Cointimes
Bitcoin

55% dos hodlers de Bitcoin entraram esse ano; segundo pesquisa

cofre com ouro

O interesse e a demanda por Bitcoin aumentaram muito em 2021 apesar da turbulência do ativo digital, observada em alguns períodos. Mais da metade dos atuais investidores de longo prazo (hodlers de bitcoin) entraram nos últimos 12 meses, de acordo com a Grayscale Investments LLC.

Foi realizada uma pesquisa com 1.000 participantes, em que 55% disseram ter começado a investir em Bitcoin apenas este ano. Um quarto dos entrevistados afirmaram que já possuíam o ativo de longa data antes de 2021.

Os resultados ressaltam o crescimento explosivo que as criptomoedas tiveram este ano, à medida que os investidores se expuseram à maior volatilidade em meio à popularidade crescente de até mesmo altcoins e produtos diversos, como tokens não fungíveis (NFTs), metaverso e gamecoins.

Valorização do Bitcoin, ótimo para os HODLERS

Mesmo com uma forte queda nos últimos dias, o Bitcoin continua com uma valorização acima de 70% desde o dia primeiro de janeiro de 2021.

Superando de longe índices do mercado tradicional como o S&P 500 (aprox. +22% desde o começo do ano) e IBOV (aprox. -11% no mesmo período).

Essa procura pelo Bitcoin se deve, entre outros fatores, pela crescente inflação a nível global, com moedas do mundo inteiro perdendo valor e poder de compra.

Bitcoin e outras criptomoedas vêm se mostrando um ótimo hedge contra a inflação.

O fácil acesso ao ativo por investidores dos mais diversos tipos e localidades é um fator que colabora para a crescente observada e, segundo dados apresentados nesta matéria, ainda há muito para onde crescer.

Investidor 4.0

O Cointimes, através do Cointimes Club, está oferecendo o curso Investidor 4.0, onde você poderá aprender mais sobre este mercado, os problemas e fatores que vêm sendo responsáveis pelo seu sucesso e tirar dúvidas de principiantes, ou até mesmo investidores intermediários e avançados sobre o universo das criptomoedas.

Em retrospectiva, isso era inevitável

“Está se tornando cada vez mais difícil para os investidores ignorar o Bitcoin à medida que seu preço continua subindo”, disse a pesquisa.

Quem não se lembra do marcante tweet de @elonmusk no dia 29 de janeiro de 2021:

“Em retrospectiva, isso era inevitável”.

Quando o bilionário CEO da Tesla alterou sua bio no twitter incluindo a hashtag #Bitcoin e, em seguida, noticiou a compra de US$1,5bi com o caixa da empresa.

Ainda sobre a pesquisa da Grayscale, quase 80% dos entrevistados nos EUA disseram que estariam mais propensos a colocar dinheiro na classe de ativos se um fundo de Bitcoin negociado em bolsa existisse, um produto que os reguladores ainda não aprovaram.

Até agora, os reguladores dos EUA permitiram apenas o lançamento de um fundo Bitcoin baseado em futuros, proibindo ETFs sobre o mercado à vista.

De acordo com a pesquisa do Grayscale, as preferências dos investidores sobre como estão comprando criptomoedas estão mudando.

Em 2020, mais de três quartos disseram que preferiam comprar Bitcoin por meio de uma exchange, enquanto cerca de 60% agora dizem que preferem negociar por meio de um aplicativo como eToro ou Coinbase.

Pouco mais de um terço disse que prefere exchanges, agora.

O gerente de ativos digitais disse que os investidores estão tratando cada vez mais o Bitcoin, a maior criptomoeda, como reserva de valor e muitos estão optando por manter seus investimentos, fazendo HODL.

Leia mais:

Investidores mostram “Medo extremo” após queda do bitcoin; Índice de Medo e Ganância vê menor nível desde julho

Corretora é hackeada e moedas são enviadas para endereço intitulado “BitMart Hacker”

Bitcoin fica abaixo de US$ 48 mil e sentimento pós-apocalíptico domina o mercado – Resumo de Mercado

Posts relacionados

Rede do Bitcoin tem mais de 60 mil transações pendentes

Lucas Bassotto
3 de abril de 2019

Diretor da Pantera Capital acredita em crescimento exponencial do ETH no ciclo atual

João Victor
23 de fevereiro de 2021

Bitcoin pode chegar a zero, alerta banco de investimentos UBS

Gustavo Marinho
16 de janeiro de 2021
Sair da versão mobile