Se eu te falar que a Geração Z não está nem aí para aposentadoria e isso é um grande problema, você acredita?

Nós estamos vivendo uma grande problema quando o assunto é aposentadoria e a Reforma da Previdência.

Mas o levantamento feito com mais de 800 pessoas, na idade entre 18 e 24, a Geração Z, mostra que somente um a cada quatro pensa ou investe na aposentadoria.

Isso é um problema político ou social? Estamos reclamando da Previdência sendo que a gente é totalmente dependente dela?

O que me deixou abismado nessa pesquisa foi que 78% já tem algum tipo de renda, mas não guarda nenhum valor.

Desses 78%:

  • 27% diz que não tem dinheiro suficiente para investir,
  • 27% se acham muito jovens para ter esse tipo de preocupação agora
  • 24% não sobra dinheiro
  • 21% dizem não saber como investir

Essas informações são da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas – CNDL – em parceria com o SPC e o SEBRAE que levantaram essas pesquisas.

A minoria que guarda

A gente deveria ficar feliz com a pequena parcela que está pensando no futuro, mas as respostas não foram muito animadora.

  • 26% está aplicando na poupança
  • 21% INSS pago pela empresa
  • 21% Previdência Privada
  • 21% dizem ter aberto uma empresa e contribuem para o INSS

É sério isso minha gente? Vamos conversar mais Geração Z?

Saúde financeira da Geração Z?

Todo mundo deveria saber que a base para qualquer tipo de investimento ou aplicação é sua educação financeira.

A pesquisa mostrou que 47% não fazem controle financeiro.

Mas o que me assustou foi que dos 53% que afirmam controlar suas receitas e despesas, 26% ainda usam bloquinho de papel para anotar e se organizar.

Nativos digitais, com celular na mão 24 horas, usam bloquinhos de papel? Não da para acreditar.

19% ainda disse que não sabe como fazer planejamento financeiro, mesmo tendo vários aplicativos só para fazer esse controle, eu mesmo já fiz uma lista deles aqui no Cointimes.

Há ainda 18% que dizem que têm preguiça e 18% que admitem não ter disciplina.

Para 16%, faltam rendimentos, por isso, não fazem o controle.

Mais da metade dos que fazem economias guarda dinheiro na poupança, outros 25% deixa o dinheiro em casa e 20% parado na conta corrente e 56% admitiu fazer compras por impulso constantemente.

Perfil do jovem da geração Z

  • 40% busca informações sobre controle financeiro na internet
  • 78% têm fonte de renda
  • 36% trabalha com carteira assinada e 23% estão alocados em trabalho informal
  • 22% não têm rendimentos.
  • 56% admitem que costumam ceder aos impulsos de compras
  • 75% não se preparam para a aposentadoria
  • 47% às vezes perdem a noção de quanto podem gastar com atividades de lazer
  • 37% já tiveram o nome negativado
  • 22% estão usando limite extra de cheque especial
  • 65% já possuem conta corrente
  • 42% têm cartão de loja
  • 57% possuem cartão de crédito (34% têm cartões digitais)

Gastos, investimentos e objetivos

  • 12% dos que têm algum investimento fizeram em fintechs ou startups
  • 65% dos jovens da Geração Z contribuem financeiramente para o sustento da casa
  • 51% dos gastos são com alimentação
  • 43% com roupas, calçados e acessórios
  • 34% produtos de higiene e beleza
  • 31% com TV por assinatura ou internet
  • 27% contas de serviços básicos como água e luz
  • 11% têm todas as despesas e gastos mensais pagos por terceiros
  • 24% possuem um valor de até R$500 reais guardando,
  • 13% possuem entre R$501 e R$2.000
  • 25%, por sua vez, possuem mais de R$3.001 (sobretudo as classes A/B)
  • 38% não souberam informar o valor.
  • 85% fizeram, eles próprios, a reserva de dinheiro e 20% obtiveram dos pais
  • 52% possuem dinheiro guardado, principalmente na poupança (53%), na própria casa (25%) e na conta corrente (20%)
  • Os principais motivos para guardar dinheiro são acontecimentos imprevistos (33%), viagens (21%) e compra da casa própria (19%)
  • Razões para não ter uma reserva financeira são: nunca sobrar dinheiro (51%) e a falta de disciplina para guardá-lo (22%)

Fonte: Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas | Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) | Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) | Valor Investe