Poucos são os jogos que possuem uma elaborada, verdadeira estrutura econômica de grande porte dentro de seus sistemas. Um dos grandes destaques é a Economia do fascinante EVE Online.

“O EVE Online é um MMO espacial dirigido pela comunidade, onde os jogadores podem jogar de graça, escolhendo seu próprio caminho entre inúmeras opções. Experimente a exploração do espaço, imensas batalhas PvP e PvE, mineração, indústria e uma economia de jogadores próspera em uma sandbox em constante expansão.”

Descrição de EVE Online pela CCP, na página da Steam

Segundo SteamCharts, EVE já foi responsável por residir um pico de 8 mil jogadores, em Outubro de 2019. Em média, possui 4 mil jogadores simultâneos ao redor do globo.

Itens, Mercado Interno e Relatórios Econômicos

Diferente de games convencionais, a economia de EVE Online possui sistemas de mineração de matérias-primas e fábricas espaciais que produzem tudo disponível no jogo; desde componentes para naves, armas, até munições. Tudo isso, no marketplace interno de commodities.

Estação de Naves da Fábrica Espacial Roden. Fonte: Devianart

Além disso, centros de distribuição de remessas de materiais também fazem parte dos diversos processos cruciais para movimentar a enorme economia interna do jogo. Tudo isso ocorre com a moeda virtual “ISK”.

Cointimes Awards

Seguindo um simples sistema” de Oferta e Demanda, com características similares à vida real, a desenvolvedora do jogo CCP realiza relatórios econômicos mensais, tratando de assuntos como:

  • Taxas de serviços
  • Produção vs. Destruição de materiais
  • Valores de transações por categoria, em cada região
  • (Produção, Caçadores de Recompensas, Commodities, etc.)
Dois dos mais de 10 gráficos publicados no relatório de Janeiro/19

Por ser um videogame, a desenvolvedora precisa resolver problemas típicos de jogos online: bots que fazem trabalhos humanos de forma autônoma, cheaters, e outros que podem causar, por exemplo, excesso de oferta e inflação/deflação econômica nos mercados internos.

A Galáxia de Nova Eden

Todo o imenso ecossistema de EVE se passa na Galáxia de New Eden, subdividido em múltiplas coalizões. Por sua vez, cada uma dessas nações possuem regras próprias: leis, taxas, profissões, naves, e centenas de jogadores.

A área central, controlada pela Imperium, é uma área para novos players e possui leis voltadas para essa finalidade.

Cointimes Awards
Mapa de Coalizões espalhadas pela Galáxia. Fonte: SOV.SPACE

Das nações virtuais do mapa, a mais valiosa em valor monetário de ISKs é a Imperium, aquela amarela no canto inferior-esquerdo. Seu valor em GDP seria, aproximadamente, 1.1 quadrilhões de ISKs/ano, ou US$7 milhões.

Equipamento bélico custoso

Assim como muitos países passaram a investir quantias obscenas de dinheiro em armas e veículos militares, algumas das práticas mais lucrativas do jogo também envolvem Invasões Militares e Caça-Recompensas, emitidas por contratos formais.

Dessa forma, foram surgindo cada vez mais naves, incrementando a escala dos confrontos a cada atualização que era lançada pela CCP. As maiores naves “comuns” de guerra são as Titans.

Artes conceituais de tipos de “Titãs”

As Titans já chegaram a custar, praticamente, a produção de quase 70 Gerald R. Ford Aircraft Carrieers, navios militares de super-porta-aviões nucleares da marinha dos Estados Unidos. Hoje, suas produções foram simplificadas, passando a custar apenas 5% de seu valor original.

Cointimes Awards

Se você ficou interessado, pode descobrir um pouco sobre a história de Entropia e seu planeta de 6 milhões de dólares nessa lista de “Top 10 itens mais caros da história dos videogames”.


Invista em criptomoedas com segurança, alta liquidez e as menores taxas do mercado.

NovaDAX: a exchange mais completa do Brasil com mais de 25 criptomoedas listadas e a melhor nota de atendimento ao cliente.

Conheça novadax.com.br