Juntamente com um lucro trimestral recorde de US$ 35 bilhões e um aumento de 11,2% nas vendas, para US$ 124 bilhões, a Apple delineou suas ambições de metaverso na quinta-feira.

Em uma chamada com investidores, o CEO Tim Cook falou sobre os planos e os preparativos da empresa para expandir sua presença no negócio de realidade aumentada.

Planos da Apple no metaverso

A uma pergunta feita por Katy Huberty, do Morgan Stanley, sobre “oportunidades do metaverso e o papel da Apple nesse mercado”, Cook disse: “Vemos muito potencial neste espaço e estamos investindo de acordo”.

A Apple tem mais de 14.000 aplicativos de realidade aumentada na App Store, e Cook sugeriu que o número pode aumentar no futuro, de acordo com o crescente interesse no metaverso.

No início de 2022, o analista da Apple Ming-Chi Kuo previu que a empresa poderia lançar seu primeiro headset VR, seguido por óculos inteligentes. Há rumores de que os fones de ouvido da Apple estão prontos para uso desde 2020, mas a empresa nunca os reconheceu publicamente.

No entanto, a Apple é a mais recente entre as grandes empresas de tecnologia que revelam suas ambições nessa nova tendência. No ano passado, Mark Zuckerberg anunciou sua decisão de renomear o Facebook para Meta para alinhar seus negócios de mídia social às novas fronteiras emergentes da tecnologia.

O Google e a Microsoft também estão trabalhando em seus fones de ouvido e óculos de realidade aumentada.

Analistas acreditam que os serviços de metaverso da Apple, como aplicativos de realidade aumentada, podem aumentar significativamente a receita da empresa. Provavelmente por conta desse entendimento que as ações da Apple (AAPL34) subiram 5% de ontem para hoje.

“A forte resposta dos clientes ao nosso recente lançamento de novos produtos e serviços impulsionou um crescimento de dois dígitos em receitas e lucros e ajudou a estabelecer um recorde histórico para nossa base instalada de dispositivos ativos”, disse Luca Maestri, CFO da Apple.

CEO da Apple assumiu possuir Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH)

Conforme publicamos anteriormente no Cointimes, no início de novembro do ano passado, Cook revelou que havia investido em bitcoin e ether como pessoa física.

Quando perguntado se ele possui posições nas duas maiores criptomoedas em um evento, Cook disse: “Sim. Acho razoável possuir cripto como parte de um portfólio diversificado. […] A propósito, não estou dando conselhos de investimento a ninguém.”

Infelizmente para alguns, ele também afirmou que não achava que a Apple deveria comprar bitcoin ou outras criptomoedas para compor o caixa da empresa.

“Eu não iria investir em criptomoedas pela Apple, não porque não investiria meu próprio dinheiro em cripto, mas porque não acho que as pessoas compram ações da Apple para se expor à criptomoedas.”

Leia mais:

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br