Cointimes
Comprar ou vender

Ações da Coinbase sobem 35%, impulsionadas por parceria com BlackRock

ações coinbase e queda do mercado cripto

Após o anúncio da parceria com o gigante dos investimentos, as ações da Coinbase estão demonstrando um volume de negociação incomum.

Durante os meses de quedas no mercado cripto, a Coinbase passou por diversos escândalos, desde os mais recentes, com o ex-gerente da exchange sendo preso por insider trading e a SEC investigando as listagens da plataforma, até as notícias de que a empresa venderia dados de geolocalização dos usuários para Agência de Imigração dos EUA.

Mas as ações da Coinbase (COIN) já estavam apanhando desde o início deste ano, o que ficou ainda mais evidente em junho, quando a empresa decidiu demitir quase 20% da sua força de trabalho como “garantia” de que a empresa se manteria saudável durante o inverno cripto. 

A queda total das ações, desde o começo de 2022, havia sido de mais de 80% até o mês de junho, o que causou diversos investidores a deixarem de ver valor na Coinbase, especialmente “caso os mercados de criptomoedas não se estabilizem,” como havia sugerido o JPMorgan

Após uma pequena recuperação, as recomendações de vendas feitas por grandes grupos financeiros como a Ark Invest, as ações da exchange voltaram a cair, com poucas perspectivas de melhora. 

A variação de 52 semanas para as ações da Coinbase registrou valores de US $368,9 a US $40,83. 

Variação das ações da Coinbase em 2022/Investing.com

No entanto, a parceria com um dos maiores fundos de investimento do mercado tradicional, BlackRock, pode tirar a as ações da Coinbase da queda, como está sendo observado durante esta quarta-feira (04).

A COIN abriu as negociações hoje com cerca de 35% de aumento em relação ao valor de fechamento do dia anterior, de US $80,81. O anúncio causou uma variação diária tão grande (de US $90,31 a US $116,30), que as corretoras pausaram as negociações da COIN por alguns minutos, até que a volatilidade não fosse tão discrepante. 

Ainda que seja impossível prever o que o futuro trará para a Coinbase, principalmente levando em conta a insatisfação de muitos em relação à parceria com a BlackRock, as negociações de hoje parecem ser promissoras para as ações da empresa. 

Para investir em ações listadas na Bolsa de Valores de NY crie sua conta na corretora Passfolio, parceira oficial do Stocktimes.

Leia também:

Posts relacionados

Monero terá “mudança mais agressiva”, segundo Justin Ehrenhofer

Gustavo Marinho
1 de outubro de 2019

Presidente do BC do Brasil está de olho no mercado Defi

Bruno Haacke
7 de outubro de 2021

Celso Russomanno diz que criptomoeda é golpe e que real tem lastro em ouro

Gustavo Marinho
7 de fevereiro de 2022
Sair da versão mobile