A multinacional americana de serviços financeiros American Express (AmEx) investiu na exchange de criptomoedas FalconX. Assim, a AmEx dobrou seus esforços nos ativos digitais depois de testar um programa de recompensas baseado em blockchain.

A bolsa de criptomoedas com sede nos EUA anunciou o investimento da American Express Ventures em um comunicado à imprensa ontem. Embora não tenha especificado a quantia precisa que a AmEx alocou na plataforma, o comunicado diz que vem como um acréscimo aos US$ 17 milhões levantados em maio de 2020 de empresas como Coinbase Ventures, Fenbushi Capital e Flybridge Capital Partners.

A FalconX conecta seus clientes institucionais com o mercado de criptomoedas em constante crescimento por meio de uma única plataforma para negociação, compensação e até mesmo crédito.

O anúncio destacou a crescente taxa de adoção por parte das instituições, ao mesmo tempo que afirmou que a maioria das plataformas de negociação não estão preparadas para enfrentar uma demanda tão substancial. Assim, a FalconX decidiu construir um “tecido de conexão para fornecer aos clientes institucionais soluções de valor agregado e atendimento ao cliente superior por meio de uma plataforma única e totalmente integrada”.

A empresa também descreveu um crescimento de receita de 350% desde o financiamento da Série C em maio deste ano. Sua base de clientes cresceu para 250 clientes institucionais, o que representa outro aumento de 150%.

Estamos vendo um interesse crescente de gestores de ativos tradicionais que estão adicionando criptomoedas como uma proteção inflacionária, catalisada por políticas macroeconômicas recentes. É um grande prazer receber a American Express Ventures à medida que continuamos a investir na expansão da oferta de produtos da FalconX. – comentou o CEO e co-fundador da bolsa – Raghu Yarlagadda.

O gigante financeiro com sede em Nova Iorque está entre as poucas instituições bancárias que investiram na indústria de criptomoedas antes de 2020. Além de estar envolvido com o aplicativo de ativos digitais Abra de 2017 até o início deste ano, a AmEx também testou uma recompensa de fidelidade baseada em blockchain em 2018.

Ele permitiu que seus membros recebessem até 5x de pontos de recompensa em determinados produtos e marcas, enquanto os planos incluíam a expansão para vários varejistas para fornecer ofertas comerciais.

Harshul Sanghi, chefe global da AmEx Ventures, disse após o investimento da FalconX que sua empresa “continua a impulsionar a inovação no espaço de ativos digitais, incluindo moedas digitais”.

Leia mais: Bitcoin teria que cair 76% para encontrar os ganhos do Ibovespa em 2020

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br