Brian Armstrong, CEO da Coinbase, revelou sérios problemas entre a Apple e o mercado de criptomoedas.

Em uma série de tweets, o CEO mostra insatisfação com as limitações da Apple no desenvolvimento para IOS.

“Muitas companhias estão relutantes para falar desses tópicos por medo de retaliação, mas eu acredito que nós precisamos deixar o diálogo aberto.”

afirma Brian.

De acordo com o CEO, a Coinbase enfrenta dificuldades para implementar funcionalidades na plataforma da Apple. Ele afirma que já tentou entrar em contato com a diretoria da maçã, mas não teve respostas.

“Aqui está o problema. A Apple nos disse que não podemos adicionar a seguinte funcionalidade em nossos aplicativos iOS: (1) a capacidade de ganhar dinheiro usando criptomoeda e (2) a capacidade de acessar aplicativos financeiros descentralizados (às vezes chamados de aplicativos DeFi ou Dapps).”

Armstrong não vê motivos para a Apple, em meio a uma crise econômica, prevenir seus usuários de ganharem algum dinheiro com criptomoedas.

“Por que a Apple quer impedir que as pessoas ganhem dinheiro durante uma recessão? Eles parecem não estar ok com isso, se o usuário utiliza criptomoeda. Não sei por quê. Isso é o que nosso produto Coinbase Earn faz.””

Ele também acusa a empresa de não deixar listar Dapps (aplicativos descentralizados) e Defi (aplicativos com finanças descentralizadas) na interface do Coinbase App.

“Aplicativos Dapps ou DeFi são basicamente sites que você pode acessar por meio de qualquer navegador. Portanto, a Apple está essencialmente dizendo que você não pode fornecer aos usuários uma lista de sites que eles podem visitar por meio de um aplicativo.”

Ele finaliza dando um recado a todos os usuários da Apple:

“Acho que os clientes da Apple devem ser alertados: os aplicativos criptográficos que você usa no iOS não estão perdendo alguns recursos que você deseja porque as equipes não os acessaram, esses recursos estão sendo censurados pela Apple.

Antes da Coinbase o Fortnite brigava contra a maçã:

A Epic Games, criadora do famoso Fortnite, não apenas reclamou como lançou uma ação de marketing e judicial contra a Apple. 

De acordo com a Epic Games, concorrentes processadores de pagamento dentro dos aplicativos poderiam aceitar criptomoedas, entre outros recursos. O processo diz:

“Essas inovações poderiam incluir, por exemplo, meios alternativos de pagar por compras dentro dos apps de conteúdo internos – que a Apple não oferece – como cobrança para a operadora de celular do cliente, aceitar Bitcoin ou outras criptomoedas, oferecer pontos de recompensa aos clientes, ou fornecer mais de um processador de pagamento no aplicativo.”