No boletim Focus dessa semana observamos a continuação da deterioração das expectativas em relação à dinâmica inflacionária brasileira. Na inflação houve aumento das projeções para o IPCA de 2023, ano mais relevante para o atual horizonte de política monetária.

A mediana das expectativas para o ano saltou de 3,75% para 3,80%, muito acima do centro da meta de 3,25% estabelecida para o período. Para o IPCA de 2022, o aumento foi mais expressivo, com elevação de 27 bps para 6,86%, 11ª alta consecutiva. Nós, da Ativa Investimentos, projetamos 6,0% (caso o choque de commodities dure até junho adicionaremos 80bps a nossa projeção anual) e 3,7% para 2022 e 2023, respectivamente.

Estimamos que apenas 2 semanas após a reunião do Copom as expectativas condicionais da autoridade já saltaram mais uma vez. Dos patamares publicados nas comunicações oficiais, 7,1% e 3,4% para, respectivamente, 2022 e 2023, projetamos que o IPCA tenha migrado para 7,6% e 3,6%.

Destacamos também que no boletim Focus de hoje as projeções para o IPCA de 2024 aumentaram de 3,15% para 3,20%, denotando uma perda de grau de credibilidade da autoridade monetária.

Com esse conjunto de informações colocadas no tocante a inflação, visto que essa é a atribuição da autoridade, reafirmamos nosso call para a Selic que, além de um aumento de 100 bps em maio, contempla outra elevação de 50 bps em junho, para justamente conter esse avanço das expectativas inflacionárias.

Em relação ao Focus sobre a Selic, as expectativas permaneceram estáveis em 13,0% e 9,0% para 2022 e 2023, respectivamente, sem apresentar novidades. Nós, da Ativa Investimentos, projetamos uma Selic terminal de 13,25% e 9,0% para 2022 e 2023, respectivamente.

Sobre o PIB, para 2022 e 2023 as perspectivas se mantiveram praticamente estáveis, permanecendo em 0,5% e 1,3%, enquanto nós projetamos 0,0% e 1,5%.

Por último, sobre a inflação mensal, a perspectiva para o IPCA de março subiu 7 bps, para 1,06%, abaixo da nossa expectativa ajustada para o mês (1,29%). Com relação a abril, as projeções subiram 3 bps, para 0,91%,também abaixo da nossa projeção para o mês (0,97%). Por fim, em maio de 2022 o mercado prevê deflação de 0,21% no mês, acima da nossa expectativa (-0,32%).

Comentários Étore Sanchez, economista-chefe da Ativa Investimentos

A NovaDAX está cheia de novidades!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil agora ZEROU as taxas para saque em real!

A NovaDAX também conta taxa zero para transações de Bitcoin e mais de 110 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.