O Bpifrance, banco parcialmente controlado pelo governo francês, fez seu primeiro investimento em uma startup de Bitcoin.

Em uma series A de investimentos que foi liderada pela Idinvest Partners, Serena e Bpifrance, a startup francesa ACINQ conseguiu levantar 8 milhões de dólares.

Nós estamos convencidos de que o bitcoin está ficando mais e mais óbvio“, disse Veronique Jacq diretora da unidade de investimentos da Bpifrance.

ACINQ é responsável pela carteira Eclair e pela API Strike, ambas voltadas para a Lightning Network. Eles também têm o maior node da LN, suportando mais de 1.000 canais.

O dinheiro que está chegando vai servir para dobrar o enxuto time de 6 pessoas e acelerar ainda mais a implementação da LN e suas interfaces.

Nós queremos oferecer uma incrível UX para pagamentos privados, instantâneos e seguros, que até mesmo sua avó consiga usar“, disse Bastien Teinturier à Coindesk.

Parece que os tempos estão mudando, há poucos anos seria impensável que um banco estatal estivesse investindo no ecossistema do Bitcoin. Qual o próximo passo?