Ben Delo, um programador bilionário e co-fundador da corretora Bitmex , anunciou que está doando a maior parte da sua fortuna para a causa filantrópica organizada por Bill Gates, Melinda Gates e Warren Buffet – a Giving Pledge.

O empreendedor britânico de 35 anos tem uma fortuna estimada em 3,6 bilhões de dólares, é o mais jovem britânico a se tornar bilionário. Todo esse dinheiro será usado para aliviar catástrofes naturais, riscos de guerra nuclear e desastres ambientais:

Minha ambição é fazer o melhor possível com minha riqueza. Para mim, isso significa trabalhar para proteger o futuro das próximas gerações e os prospectos de longo termo da humanidade. Isso inclui a mitigação de riscos que poderiam anunciar o fim da jornada humana ou permanentemente reduzir nosso potencial” – disse Don Delo na página da Givin Pledge.

A Giving Pledge é uma ação organizada para incentivar bilionários a doarem pelo menos metade de suas fortunas para boas causas. No clube de doadores podemos encontrar Mark Zuckerberg, Elon Musk, Michael Bloomber e outros.

Bitcoin e caridade

O Bitcoin é um dinheiro sem fronteiras, por isso é uma ótima opção para qualquer ação de caridade e a comunidade de criptomoedas tem se mostrado extremamente caridosa. Tivemos diversos exemplos disso nos últimos dez anos.

Em 2017 a Pineapple Fund faz uma doação de 55 milhões de dólares em criptomoedas, auxiliando cerca de 60 projetos ao redor do mundo.

Em 2015, as empresas Foxbit, NegocieCoins, FlowBTC e CoinBR se uniram para ajudar as vítimas da tragédia de Mariana, foram mais de 12 Bitcoins doados.

Campanha de arrecadação das empresas de Bitcoin brasileiras

Recentemente tivemos a ação de diversas empresas de Bitcoin, que em comemoração ao Bitcoin Pizza Day, distribuíram mais de mil pizzas aos moradores de rua em Belo Horizonte.

Poderia escrever milhares de páginas só com ações de caridade promovidas pela comunidade de criptomoedas. Um dinheiro sem fronteiras cria a possibilidade de fazermos caridade sem barreiras.

Você já fez alguma doação usando criptomoedas? Se sim, conta aqui nos comentários e compartilhe um boa história conosco.