Anthony Pompliano, co-fundador da empresa de gerenciamento de criptoativos Morgan Creek Digital Assets e um conhecido touro do Bitcoin, revelou acreditar que o preço do bitcoin chegará a US$ 1 milhão por moeda algum dia.

Falando com Melissa Lee da CNBC, Pompliano foi questionado sobre a recente previsão de preços que os analistas do JPMorgan, liderados por Nikolaos Panigirtzoglou, escreveram em uma nota aos clientes, que a longo prazo o preço do BTC poderia chegar a US$ 146.000 ou mais.

Panigirtzoglou e sua equipe escreveram que a eliminação do ouro como moeda alternativa implicaria em uma “grande vantagem para o Bitcoin no longo prazo”, e que ele poderia chegar a US$ 146.000. O preço-alvo, escreveram eles, é “insustentável” para este ano.

Respondendo a essa previsão, Pompliano perguntou por que os analistas estavam “sendo tão conservadores” e observou que acredita que a criptomoeda carro-chefe é “pelo menos 10 vezes melhor do que o ouro em todos os sentidos” e, como tal, se a capitalização de mercado do BTC ultrapassar a do ouro duas vezes, a criptomoeda atingiria US$ 1 milhão por moeda.


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

Bitcoin é 10 vezes melhor em relação ao ouro. Um dia veremos um preço de Bitcoin a US$ 1 milhão, que é apenas 2x o valor de mercado do ouro. Todo mundo está subestimando o potencial do Bitcoin., tuitou ele.

Pompliano admitiu que esses números “meio que chocam as pessoas”, mas disse que “temos que lembrar que tanto ouro quanto o bitcoin são princípios monetários sólidos”. O ouro é, entretanto, o “análogo aos princípios do dinheiro sólido”, enquanto o bitcoin é a “aplicação digital” dos princípios do dinheiro.

Segundo ele, não existe produto digital que substituiu um produto analógico e não se tornou maior do que ele. A questão, disse ele, é “quão maior será.” Vale a pena notar que o bitcoin não está apenas funcionando como um substituto para o ouro, mas também como um substituto para o dinheiro por empresas que buscam se proteger contra a potencial inflação e desvalorização da moeda.

Cada empresa, tanto nos Estados Unidos quanto fora dos Estados Unidos, colocará bitcoin em seu tesouro. Eles vão ter que fazer. Estamos vendo os bancos centrais de todo o mundo entupirem a economia de liquidez e as pessoas correrem por aí perguntando: ‘como faço para proteger o poder de compra’?

Segundo suas palavras, as empresas que comprarem bitcoin em um futuro próximo criarão uma “parede de demanda”. No momento, apenas instituições de Wall Street estão aparecendo, disse ele. Como os bitcoiners não estão vendendo, há um desequilíbrio entre a oferta e a demanda que levou ao aumento de preço do BTC, concluiu Pomp.

O Bitcoin está, até o momento, sendo negociado acima de US$ 41.000, em um novo recorde histórico. O preço da criptomoeda líder de mercado aparentemente não parou de subir depois que ultrapassou a marca de US$ 20.000 no ano passado.

Pompliano alertou, porém, que haverá volatilidade ao longo do tempo, e são esperadas quedas de 25% a 30%, que podem ser rápidas ou prolongadas. Dizer que o BTC terá um valor de mercado igual ao do ouro, disse ele, é ser “excessivamente conservador”.

Leia mais: Bitcoin ultrapassa valor de mercado do Facebook, Tesla a caminho


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!