Bitcoin cai para US $ 32 mil com o terceiro maior banco da China anunciando proibição de mineração e circulação da moeda no país. 

O preço do Bitcoin caiu para uma baixa de duas semanas de pouco mais de US$ 32.000, com mais notícias negativas surgindo da China. Desta vez, um dos maiores bancos estatais proibiu seus clientes de negociar com quaisquer ativos digitais.

De acordo com um relatório de 21 de junho, o Banco Agrícola da China, um dos maiores bancos estatais,  publicou uma declaração delineando uma proibição que proibirá seus clientes de fazer qualquer negócio com criptomoedas.

Assim, a nação mais populosa do mundo continua cortando a energia dos mineradores e reprimindo as criptomoedas.

Bitcoin e outras criptomoedas caem após repressão chinesa às criptomoedas.
Fonte: CoinGoLive.com.br

Em questão de horas, o BTC caiu mais de US$ 2.000, para um mínimo de duas semanas de US$ 32.455 (no CoinGoLive). Em uma escala de 24 horas, o bitcoin caiu 4,88%. A sua dominância ainda está em 44%, pois as altcoins também amanhecem no vermelho nesta semana.

Altcoins têm diminuído gradualmente em valor nos últimos dias. A Ethereum está na liderança ao ser negociada bem acima de US$ 2.600 há menos de uma semana. No entanto, o segundo maior ativo digital perdeu várias centenas de dólares em dias, e as últimas 24 horas apenas pioraram seu desempenho.

A ETH  caiu para menos de US$ 2.000 pela primeira vez desde 23 de maio.

Binance Coin (-5,99%), Cardano (-4.76%), Dogecoin (-12.36%), Ripple (-5,57%), Polkadot (-11,40%), Uniswap (-9,97%), Bitcoin Cash (-9,18%), Litecoin (-9.71%), Solana (-9,11%), e Chainlink (-6,60%) são as primeiras moedas listadas e que amanheceram no vermelho.

Nesta segunda-feira sangrenta, a capitalização de mercado cumulativa dos criptoativos caiu US$ 137 bilhões em um dia, ficando abaixo de US$ 1,4 trilhão.


Entre no grupo do Telegram do Cointimes para não perder nenhuma notícia importante.

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br