O bitcoin continua com dificuldades de se manter acima dos US$50 mil, com queda de -3% nas últimas 24 horas enquanto a correlação com o mercado tradicional só aumenta. 

A criptomoeda chegou a cair para os US$46 mil em algumas exchanges, mas se recuperou e agora é negociado acima dos US$48.000,00 com o preço no Brasil a US$274.300,00 com alta de 1,83% na última hora:

Marketcap principais moedas do mercado

    “[Temos um] suporte muito forte em US$ 47 mil – cerca de 500.000 BTC foram movidos nesse nível“, observou Schultze-Kraft (CEO da Glassnode). “É importante que a seguremos; caso contrário, poderíamos ver abaixo 40 mil rapidamente antes dos próximos movimentos de alta.”

Como podemos ver no Coingolive, nem todo o mercado está em queda. Além das stablecoins, a XRP sobe 2,34% com as declarações de Garlinghouse (CEO da Ripple Labs) sobre a continuidade dos negócios na Ásia apesar do processo da SEC:


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

    “Isso (o processo judicial) tem dificultado a atividade nos Estados Unidos, mas não impactou realmente o que está acontecendo para nós na Ásia-Pacífico. Conseguimos continuar a crescer os negócios na Ásia e no Japão porque tivemos clareza regulatória nesses mercados. Estamos vendo que a atividade de liquidez XRP cresceu fora dos Estados Unidos e continua a crescer na Ásia, certamente no Japão” – disse o CEO da Ripple durante entrevista para a Reuters.

O processo da Ripple está na fase de descoberta das provas, este desenrolar pode gerar muita volatilidade e oportunidades no mercado. É bom ficar de olho e entrar no canal exclusivo do Cointimes no Telegram.

Institucionais continuam comprando na queda:

Esta queda recente do bitcoin abriu a oportunidade de compra para grandes investidores. A atividade no blockchain do bitcoin sugere que os institucionais continuam comprando. Dados da CryptoQuant mostraram a saída de 12 mil BTCs da Coinbase no começo na madrugada de hoje:

E o apetite  parece não ter fim. Apenas na última hora as stablecoins USDC e USDT criaram juntas quase US$50 milhões, se somarmos os 58 milhões de BUSD criados nessa madrugada teremos quase 100 milhões com potencial de compra entrando no mercado.

Whlae Alert

Estes novos investidores suportam as volatilidades do mercado de criptoativos, segundo Ki-Young Ju (CEO da CryptoQuant).

“Parece que a maioria das instituições dos EUA não vendeu nenhum Bitcoin desde suas compras de OTC. Por exemplo, as carteiras de custódia da Coinbase desde 23 de dezembro de 2020 [mostram que] nenhum BTC se moveu desde então.”, afirmou Ki-Young.


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!