Nesta segunda-feira (03) o Bitcoin (BTC) continua consolidando seu preço em cerca de US$ 47.000, após não ter conseguido superar os US$ 48.000 horas atrás.

A maioria das altcoins também estão atipicamente calmas desde o início do ano novo, com algumas exceções, como UNI e AAVE. Confira também no primeiro Resumo de Mercado do ano o cenário desafiador para as economias dos países da América Latina em 2022. 

bitcoin genesis day
Ranking de Criptomoedas – Fonte: CoinGoLive.com

Bitcoin Genesis Day

O bitcoin experimentou altas flutuações de preço pela última vez no final de 2021. Um salto súbito de preço levou-o para cerca de US$ 48.500, mas os ursos foram rápidos em interceptar o movimento.

Nas horas seguintes, eles reduziram o ativo em aproximadamente US$ 3.000, e o BTC atingiu o mínimo de US$ 46.000. Ontem, o bitcoin começou a se recuperar e foi negociado em torno de US$ 47.000.

Passfolio

Nas últimas 24 horas, o BTC iniciou outra subida que resultou em US$ 48.000. No entanto, ele falhou em romper esse nível, e a criptomoeda agora é negociada em torno de US$ 47.000 mais uma vez. 

Consequentemente, sua capitalização de mercado permaneceu estagnada abaixo de US$ 900 bilhões 13 anos após o lançamento da rede. Sua dominância líquida aumentou para 78,34%

O dia 3 de janeiro marca o Bitcoin Genesis Day, amplamente comemorado pela comunidade Bitcoin como o dia em que o primeiro bloco de BTC foi lançado em 2009.

O site Proof of Keys celebra este evento anual encorajando os usuários de Bitcoin a assumir o controle de seus ativos. 

Países da América Latina estão entre os mais atrasados na recuperação econômica pós-pandemia

Ao mesmo tempo em que métricas mostram que os preços das ações brasileiras estão em níveis historicamente baixos, o cenário para 2022 se mostra desafiador: as taxas de juros devem permanecer elevadas; a inflação pode continuar acima da meta do BC; o crescimento deve ser baixo; e ainda haverá as incertezas características de um ano eleitoral.

Não só o Brasil, mas a América Latina toda vai enfrentar um cenário desafiador em 2022. Os países da América Latina estão entre os mais atrasados na recuperação econômica pós-pandemia, e a perspectiva para 2022 é desafiadora. 

Analistas veem a consolidação de um quadro de baixo crescimento e inflação alta, com consequente aumento da pobreza e da fome – dois fatores que tendem a manter a insatisfação social elevada.

“A América Latina já era a região mais desigual do mundo e o quadro social piorou em 2020 e 2021”, diz Alberto Ramos, economista e diretor de macroeconomia do Goldman Sachs para a América Latina. 

“Agora, velhos inimigos, como crescimento baixo e alta inflação, encenam retorno.”

Para as sete maiores economias da região – Brasil, México, Argentina, Chile, Colômbia, Peru e Equador -, Ramos prevê crescimento médio de 2% em 2022. A inflação deve ficar em 4,5%, sem contar a Argentina, com uma taxa de mais de 50% ao ano, e o Equador, que tem economia dolarizada.

Dólar (USDC) fecha em R$ 5,60 após subir 0,42% em 24 horas. 

Altcoins 

Embora as altcoin estejam acostumadas com uma maior volatilidade, os primeiros três dias de 2022 foram exatamente o oposto, pois a maioria dos ativos permaneceu calmo. 

Ethereum (ETH) continua indecisa entre a linha de preço de US$ 3.800. A segunda maior criptomoeda ultrapassou esse nível ontem, mas diminuiu ligeiramente desde então e agora fica um pouco tímida. 

Os ganhadores mais significativos vêm da indústria DeFi. O token nativo de Yearn.Finance (YFI) lidera a tendência com um aumento de 11,3%. Como resultado, o YFI ultrapassou US$ 40.000. 

Aave (AAVE) segue com um salto de 10,8% para US$ 284. O Uniswap (UNI) é o próximo, com um aumento de 9,94% levando o UNI para mais de US$ 18. 

O resultado das principais altcoins nas últimas 24 horas é o seguinte: Ethereum (+1,79%), Binance Coin (+0,84%), Solana (-1,17%), Cardano (+0,17%), Ripple (-0,92%), Terra (+3,63%), Polkadot (+2,11%), Avalanche (-3,91%), Dogecoin (-0,38%), Shiba Inu (-0,52%) e Polygon (-1,80%). 

De acordo com o CoinGoLive, a capitalização de mercado de todos os ativos cripto fica em torno de US$ 2,38 trilhões nesta segunda-feira.


Acompanhe as notícias do mercado cripto no grupo do Telegram do Cointimes (acesse) e tenha um ótimo dia de negociações.

A NovaDAX está cheia de novidades!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil agora ZEROU as taxas para saque em real!

A NovaDAX também conta taxa zero para transações de Bitcoin e mais de 110 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.