Bitcoin presente no novo álbum do Eminem | Cointimes

Menu

Home

A Nova Economia
Hora do Cash
Conexão Satoshi
x
A Nova Economia
Hora do Cash
Conexão Satosh

Finanças
+32 458 623 874

Investimentos
302 2nd St
Brooklyn, NY 11215, USA
40.674386 – 73.984783

Follow us on social

Eminem cita Bitcoin no seu novo álbum

Bitcoin presente no novo álbum do Eminem

As criptomoedas aos poucos estão sendo massificadas, e o novo álbum do Eminem, ‘Kamikaze’, é mais uma prova disto. A música “Not Alike”, cantada por Eminem em parceria com o rapper Royce Da 5’9″ cita o Bitcoin no meio de sua letra:

Na música, o bitcoin aparece no trecho “Remember everybody used to bite Nickel. Now everybody doin’ Bitcoin”. Na tradução literal, ficaria algo como “Lembre-se de que todos costumavam morder Níquel, agora todo mundo está em bitcoin”.

Eminem e Bitcoin – O que pode vir por aí?

O Bitcoin é uma criptomoeda que possui seu preço definido no livre mercado. Isso significa que a sua cotação é basicamente definida através da oferta e demanda pelo ativo. A massificação do Bitcoin foi um dos grandes responsáveis pelo grande bullrun das criptomoedas no fim de 2017, quando a cotação do BTC chegou a bater os 20 mil dólares.

Uma rápida análise de correlação entre a cotação do Bitcoin e do Google trends pode nos indicar muita coisa:

Eminem e Bitcoin - gráfico comparativo entre google trends e cotação do bitcoin

A linha amarela representa o índice de buscas pelo termo “Bitcoin” no google, e a linha preta mostra o comportamento do preço do BTC.

A abordagem do Bitcoin no novo álbum de Eminem pode significar um primeiro contato com o ativo para muitas pessoas, já que o alcance de suas músicas é gigantesco. Lançado ontem, o Tweet do rapper que anuncia seu mais novo álbum, já alcançou milhares de curtidas e retweets.

Se você quiser escutar a música “Not Alike”, onde é citado o Bitcoin, basta dar o play! (Aconselho acompanhar com as “lyrics” do lado, porque o trecho é bem rápido.)


Curtiu o conteúdo? Você concorda que aos poucos as criptomoedas estão cada vez mais massificadas?

Se você se interessou pelo material, ou acha que algum amigo pode gostar, não esqueça de seguir as redes sociais do Cointimes – Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Sobre o criador de conteúdo

Estudante de Economia, com grande interesse por finanças. Dedico boa parte do meu tempo a projetos relacionados à Criptoeconomia.

You don't have permission to register