Cointimes
Criptomoedas

Bitcoin sobe 5% em uma semana turbulenta – Resumo de Mercado

bitcoin 3 especialistas

Nesta quarta-feira (29), pela primeira vez nesta semana, o Bitcoin (BTC) acumula 5,14% de alta em 7 dias após as turbulências do mercado causadas pela repressão chinesa contra as criptomoedas. 

As altcoins, em conformidade com o seu líder, realizam tímidos ganhos em 24 horas, portanto, não tiveram força para puxar a capitalização de mercado para US$ 2 trilhões, segundo o CoinGoLive

Fonte: CoinGoLive.com.br

Bitcoin sobe 5,14% em 7 dias

Desde sexta-feira (24) a volatilidade tomava conta do mercado.  Por conta do “banimento do Bitcoin” pela China, a criptomoeda primária perdeu cerca alguns milhares de dólares de valor e não produziu nenhum ganho significativo.

Hoje, entretanto, pela primeira vez na semana, o Bitcoin acumula 5,14% de alta em 7 dias. Sendo negociado a US$ 42.463 nesta manhã – R$ 229.664 nas principais corretoras brasileiras, o bitcoin teve uma alta de 1,11% em um dia e sua capitalização de mercado encontra-se em US$ 800 bilhões. 

Apesar do FUD da China não ter afetado tanto o mercado de criptomoedas, o indicador de Medo e Ganância ainda indica que a maioria dos investidores estão receosos com os recentes acontecimentos. 

Saindo um pouco da China, as notícias no outro lado do globo são um pouco mais otimistas. De acordo com o presidente de El Salvador, em breve o Bitcoin será minerado com energia geotérmica. Aliás, como já discutimos aqui no Cointimes, após a repressão contra a mineração da China os mineradores de Bitcoin seguem buscando alternativas mais ecológicas e baratas para a mineração da criptomoeda.  

A dominância do Bitcoin sobre as altcoins continua em 40% já que, apesar de uma leve recuperação observada no mercado, a maioria das moedas não realizam ganhos significativos em 24 horas. 

Altcoins realizam tímidos ganhos

As altcoins, em conformidade com o seu líder, realizam tímidos ganhos em 24 horas. A Ethereum (ETH), por exemplo, sobe 0,43% em 24 horas segundo o CoinGoLive. O ETH ainda é negociado abaixo de US$ 3.000 – nas principais corretoras brasileiras o token está custando R$ 15.849. 

O resultado das principais altcoins nas últimas 24 horas é o seguinte: Ethereum (+0,43%), Cardano (+0,45%), Binance Coin (+8,79%), Ripple (-0,37%), Solana (+2,87%), Polkadot (+2,11%), Dogecoin (+0,39%), Avax (-1,83%), Terra (+0,40%), Uniswap (-2,62%) e Chainlink (+0,44%).

A capitalização de mercado acumulada de todas as criptomoedas continua abaixo de US$ 2 trilhões desde ontem.

Acompanhe as notícias do mercado cripto no grupo do Telegram do Cointimes, acesse.

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Sair da versão mobile