Cointimes
Legislação

Bitfinex já gastou $500 mil em batalha judicial contra o governo

Bitfinex contra o governo

Em uma carta enviada para a Suprema Corte de Nova York as empresas de advocacia representantes da BitFinex,  Steptoe and Johnson LLP and Morgan, Lewis and Blockius LLP, disseram que a iFinex(controladora da Bitfinex e da Tether) já gastou meio milhão de dólares para se defender de ações do governo de Nova York.

A batalha jurídica ocorre desde abril quando o NYAG (New York Attorney General) abriu uma investigação sobre o uso de Tether para pagamento de perdas da Bitfinex, uma suposta fraude que totalizaria ~$850 milhões de dólares.

A Bitfinex não nega que isso tenha acontecido, e sim, fala que não é da jurisdição de Nova York, visto que clientes dessa região não são aceitos.

Apesar da carta, o juiz decidiu que irá continuar com o caso.

Sério problema para o mercado

Em uma análise simples é só mais uma ação contra a iFinex (controladora da Bitfinex e Tether), mas as consequências de uma possível falência ou perda bilionária da Tether poderia ser desastrosa para o mercado de cripto no curto prazo.

Como podemos ver abaixo, grande parte da movimentação de bitcoins é feita via Tether USD:

E sabendo que o Bitcoin corresponde a ~64% do mercado de criptomoedas, uma desconfiança maior sobre o Tether poderia gerar pânico no mercado.

A NovaDAX está cheia de novidades!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil agora ZEROU as taxas para saque em real!

A NovaDAX também conta taxa zero para transações de Bitcoin e mais de 110 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.

Posts relacionados

Partidos políticos vão fazer especulação imobiliária com seu dinheiro

Cointimes
19 de setembro de 2019

Processo contra Ripple só deve terminar no meio do ano, prepare-se

Gustavo Marinho
16 de fevereiro de 2021

Sandbox regulatório da CVM entra em vigor em 1º de junho

Gustavo Marinho
15 de maio de 2020
Sair da versão mobile