As empresas que usam Bitcoin apenas como isca para atrair vítima para golpes estão cada vez mais desesperadas. Esquemas que antes contratavam famosos como Cauã Reymond, Ronaldinho ou Datena para patrocinar e divulgar seus negócios milagrosos, agora apenas usam páginas falsas para propagar notícias fakes.

Bolsonaro ou Homem de Ferro?

Em um site que se disfarça de jornal independente, foi publicada uma falsa notícia de que Bolsonaro teria anunciado um acordo histórico que mudaria para sempre a economia. Para conquistar os apoiadores do presidente, o site descreve Jair quase como o Homem de Ferro, “magnata, filantropo, investidor e presidente do Brasil“.

Em seguida o texto afirma que o acordo pode mudar o sistema tecnológico, cambial e monetário do país, com potencial para financiar a previdência do país. No entanto, a notícia falsa serve apenas para divulgar o golpe “BitCoin Revolution”.

O negócio é tão absurdo que ele mesmo diz que seu rendimento é proveniente de roubo. Além disso faz contas matemáticas comicamente erradas:

O 1% mais rico do mundo atualmente controla 5.425 bilhões de reais, o que é suficiente para dar a cada pessoa no Brasil um cheque de sete dígitos de quase dois milhões de reais por mês pelo resto da vida. Como a maior parte dessa riqueza é comercializada por Wall Street diariamente, em teoria ela pode ser recolhida na íntegra e redistribuída a qualquer momento. Diego García criou um sistema exclusivo que faz exatamente isso!

conta matemática sem sentido
Explicações do algoritmo que não fazem sentido

Achar que tirar dinheiro dos outros pode ser uma boa ideia para ficar rico pode te fazer mais pobre. Não caia no golpe.

Eike Batista é usado para atrair vítimas

Em uma tentativa de golpe similar, mas desta vez com menos originalidade, um site que tenta se passar pelo jornal Estadão usa a imagem de Eike Batista para ludibriar suas vítimas.

A notícia falsa conta que Eike faturou milhões com o Bitcoin Circuit, que é uma espécie de altcoin que se compra e vende sozinha. E o mais impressionante: ela faz isso sempre nos melhores momentos, gerando lucro para o usuário.

O mais curioso é a ideia de colocar a imagem de Eike Batista, conhecido por suas possíveis fraudes, para convencer as pessoas a darem dinheiro para essa plataforma.

Não caia no golpe! E ouça nosso podcast sobre pirâmides e outros golpes no mercado de bitcoin: