Cointimes
Bitcoin

Brasileiros poderão comprar títulos da cidade do Bitcoin, afirma CTO da Bitfinex

Paolo Ardoino, CTO da Bitfinex

Paolo Ardoino, CTO da Bitfinex

Há exatamente um mês, a “cidade do Bitcoin” era anunciada por Nayib Bukele, o presidente de El Salvador. Um ambicioso projeto turístico e residencial que literalmente terá o Bitcoin em seu centro.

Em entrevista exclusiva para o Cointimes, o CTO da Bitfinex e Tether, Paolo Ardoino, revelou, entre outras coisas, que os brasileiros poderão investir na cidade do Bitcoin.

​​

Bitcoin City terá um museu do Bitcoin no centro da cidade.

Desde 07 de setembro de 2021 que o BTC consta oficialmente como uma das moedas oficiais de El Salvador, ao lado do dólar americano. A moeda local do país (colón) foi abandonada em 2001.

Mas além de “bitcoinizar” o país inteiro, criando até mesmo uma carteira de bitcoin oficial, a Chivo, que conta com suporte à Lightning Network, o presidente chegou ao ponto de planejar uma cidade inteira baseada no Bitcoin.

A “Bitcoin City”, como é chamada, terá 0% de imposto de renda, 0% de imposto sobre propriedade, 0% de imposto sobre ganho de capital e outras isenções fiscais, e sobreviverá apenas com 10% de imposto sobre produtos e serviços (IVA).

Anúncio realizado no evento LABITCONF, realizado em um hotel em Mizata.

Por fim, a cidade ainda conta com 0% de emissão de CO2, de acordo com a propaganda oficial, pois será abastecida com energia geotérmica de um vulcão.

Brasileiros poderão investir na cidade

Para o desenvolvimento inicial da cidade, que será construída entre as cidades de La Unión e Conchagua, El Salvador vai emitir US$1 bilhão em títulos públicos chamados de “Bitcoin Bonds”. Os títulos serão apoiados por BTC pois metade do valor, US$500 milhões, serão usados para comprar a criptomoeda.

Os títulos pagarão 6,5% de rendimento ao ano, enquanto o bitcoin pode valorizar e, após 5 anos, metade dos ganhos em bitcoin serão divididos por quem comprou os títulos. Em caso de queda, a desvalorização não é compartilhada. Ou seja, os Bitcoin Bonds acabam se tornando uma exposição conservadora ao criptoativo.

Os Bitcoin Bonds serão emitidos na sidechain do Bitcoin, Liquid, desenvolvida pela Blockstream, com a ajuda da iFinex, empresa mãe da exchange Bitfinex, onde os títulos poderão ser negociados.

Neto Guaraci, editor-chefe do Cointimes, Gustavo Marinho, redator do Cointimes, e Paolo Ardoino, CTO da Bitfinex.

Ao Cointimes, o CTO da Bitfinex afirmou que os brasileiros poderão comprar os Bitcoin Bonds na corretora, basta que passem pelo KYC.

“Absolutamente sim, todos os usuários verificados na Bitfinex podem comprar os títulos. E, usualmente, os títulos têm uma barreira de entrada maior, como ‘você tem que investir pelo menos 100 mil dólares’, mas provavelmente, dada a licença que El Salvador está nos dando, nós poderemos diminuir a barreira de entrada para 100 dólares.”, disse Paolo Ardoino, também chefe de tecnologia da Tether.

“Eu acredito que isso é um momento histórico.”, disse Paolo. “Independente de fazer dinheiro ou não, para muitas pessoas isso é uma maneira de participar de um momento histórico, então é importante que muitos tenham acesso.”

Para Paolo, os Bitcoin Bonds mostram que El Salvador está tendo uma visão de longo prazo, porque enquanto que geralmente títulos governamentais são utilizados para pagar outras dívidas e, em caso de sorte, construir alguma infraestrutura, El Salvador se compromete em investir na infraestrutura da mineração com vulcão, que garantirá um fluxo de caixa por pelo menos mais cem anos.

A entrevista completa com Paolo Ardoino será liberada em breve quando estiver legendada por completo, então inscreva-se no canal do Cointimes no Youtube para não perder.

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Posts relacionados

Bitcoin se aproxima do US$ 10000 e tem maior alta do ano

Lucas Bassotto
21 de junho de 2019

Análise técnica do Bitcoin – 03/10/2018

Tasso Lago
3 de outubro de 2018

CEO da Binance diz que lei anti-cripto da Índia pode dar um pump no Monero e Zcash

Cointimes
10 de junho de 2019
Sair da versão mobile