O Burundi baniu o comércio de criptomoedas em seu território, justificando que não poderia oferecer proteção aos usuários de criptomoedas em caso de problemas.

População pediu ajuda do governo

Alguns burundianos perderam dinheiro ao negociar moedas digitais e pediram ao governo que intervisse, segundo Alfred Nyobewumusi, diretor do departamento de microfinanças do banco central. Então Criptomoedas como Bitcoin e Ethereum agora são ilegais no país, disse ele.

“Duras medidas poderiam ser tomadas contra todos aqueles que não respeitarem essa decisão”, disse ele em entrevista em Bujumbura, capital econômica do Burundi.

Proibição é solução?

Recentemente Portugal isentou impostos sobre trade de criptoativos, indo na contramão de decisões mais autoritárias como a de Burundi, um país africano com economia pouco desenvolvida.

Changpeng Zhao, CEO da Binance, prevê pessoas talentosas migrando de países que tentam banir criptomoedas para Portugal. Então quem sai ganhando com isso?