Cointimes
Educação Financeira

Caderneta de poupança completa 160 anos com péssimo rendimento

Poupança significa perder dinheiro

A aplicação financeira mais utilizada pelos brasileiros completa hoje (12) 160 anos. Poucos sabem, mas a caderneta de poupança significou, ao longo da história, importante papel para muitas pessoas alcançarem liberdades que vão muito além da questão financeira.

Ao aceitar depósitos feitos por escravos, a poupança representou, no passado, uma importante ferramenta para que, ao guardar suas economias, parte da população escravizada conseguisse “comprar”  a alforria.

Caixa abrindo poupança para libertar escravos

Ao ser criada, na cidade do Rio de Janeiro em 1861, com o propósito de “recolher os depósitos de poupança popular no Brasil”, a Caixa Econômica deu o primeiro passo para se tornar “a opção de investimento mais segura, acessível e adequada a todos os perfis, desde os pequenos poupadores a grandes investidores”, explicou o próprio banco, por meio de sua assessoria. Onze anos depois, com a publicação do Decreto nº 5.153, de 13 de novembro de 1872, a Lei 2.040, publicada um ano antes, foi regulamentada, de forma a possibilitar o recolhimento de depósitos feitos por escravos.

“Trata-se de um assunto que se insere na própria história das transformações e das pressões pelo fim do trabalho escravo no Brasil, que ganhou força na segunda metade do século XIX”, detalhou o banco à Agência Brasil. Com isso, as caixas econômicas passaram a recolher os depósitos feitos pelos escravos, que utilizavam a poupança para comprar suas alforrias.

Segundo o banco, foi dessa forma que essas instituições passaram, nas diversas províncias brasileiras, a receber depósitos de escravos, emitindo, como fazia no caso do depositante não escravo, uma caderneta de controle dessa movimentação. “A diferença é que na caderneta dos escravos constava o nome do senhor, uma vez que era necessária a autorização dele para que a conta do escravo fosse aberta”, acrescentou.

Péssimo investimento

Apesar do papel histórico importante, a poupança é definitivamente um péssimo investimento. Se comparado com o CDB ele apresenta diversas desvantagens como: falta de rendimento diário e rendimento menor. 

Na tabela abaixo podemos ver a diferença de rendimento do CDI e da poupança ao longo dos últimos anos. Com a diminuição da taxa de juros (SELIC), a diferença diminuiu mas ainda é grande no longo prazo:

Com um investimento inicial de R$5 mil, adicionando R$500 por mês durante 10 anos em média histórica %, o investidor obteria R$89940,00 na poupança e R$110.388,00 em um CDB com 100% do DI. 

Vale lembrar que alguns bancos e aplicativos oferecem 200% do CDI com liquidez diária (você pode sacar quando quiser sem perder o rendimento), como é o caso do PicPay. Além disso, outros produtos oferecem 100% do CDI com limite de crédito.

É hora de sair da poupança, cadastre-se agora no link do Cointimes do Picpay e ganhe até R$10 se você for de São Paulo ou região e aproveite a promoção deles com CDB superior a  210% do DI. 

Texto adaptado de Agência Brasil.

Veja também: Ações de mineradora de bitcoin sobem 420% em 2 meses na Nasdaq


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!


 

Sair da versão mobile