Passfolio

A descrição da Chainlink é simples: uma rede descentralizada de oráculos que faz uma ponte entre dados de eventos off-chain com os diversos sistemas blockchains. 

Para explicar a frase acima um pouco melhor, podemos dizer que a Chainlink serve para viabilizar a tecnologia dos smart contract, contratos digitais autoexecutáveis, dentro de blockchains específicas já criadas. 

O papel prestado pela rede é de evitar conflitos na transmissão de dados off-chain, aqueles que acontecem fora das blockchains, entre diferentes sistemas, garantindo integridade e segurança de informações. Em outras palavras, a Chainlink faz com que o uso de blockchains seja mais confiável e acessível para vários setores.

Um dos exemplos mais usados para explicar a ligação de eventos off-chain, podendo até mesmo ser offline ou no mundo real, são as apostas de criptomoedas sobre partidas de futebol, que precisam dos dados e resultados de jogos que acontecem na vida real para que os palpites sejam feitos em plataformas descentralizadas.

Passfolio

Os oráculos, por sua vez, são fontes de dados que conectam smart contracts com o mundo offline. Eles fazem um cruzamento das informações do mundo real com o universo digital por meio de conversões para blockchains, garantindo a validade dos contratos e facilitando a conexão entre informações. 

Com isso, a descentralização possui o papel importante de ajudar a impedir conflitos na transmissão de dados entre diferentes sistemas, com nodes para coletar informações de maneira independente e transmiti-las aos smart contracts.

A rede também consegue evitar a manipulação de informações que transitam nos bancos de dados, atuando com diversos hardwares e softwares, responsáveis por viabilizar e processar a ponte com o mundo real.

Sua real utilidade como líder no mercado de oráculos, permite que a Chainlink ofereça uma solução de segurança muito importante para as finanças descentralizadas.

A maior vantagem da rede é a diversidade nas oportunidades que ela abre ao funcionar como ponte entre o mundo real e as diversas blockchains, agregando valor a outras aplicações e demais tecnologias, que vão de APIs externas, sistemas de armazenamento em nuvem, diferentes sistemas de pagamento, Internet das Coisas, e muito mais. 

LINK é o token nativo da rede, que é como “stake” pelos oráculos como garantia de que vão oferecer a informação correta, como incentivo para os provedores de dados. Como a moeda funciona a partir da reputação, oráculos com mais LINKs tendem a receber contratos maiores, enquanto a falha no envio de informações acarreta a dedução de tokens. 

O LINK roda na rede Ethereum e, apesar de não poder ser minerado, também pode ser aplicado em uma variedade de casos de uso, como meio de compra de conteúdos online,  comércio eletrônico, transferências e jogos.

Como LINK não pode ser minerado, a única maneira de obtê-lo é por meio da compra. Por isso, ainda que parte importante da rede seja o foco na segurança dos dados, é importante ressaltar um dos riscos da compra de criptoativos: a prática de fraudes ou golpes. 

A oscilação do preço também é um aspecto a ser observado antes do investimento, visto que a descentralização dificulta a regulamentação das negociações, o que deixa as criptomoedas expostas à alta volatilidade, e o LINK não é exceção.

No entanto, o token é uma ótima ideia para quem quer se expor ao mercado das finanças descentralizadas, investindo em um projeto confiável.

Uma das opções de compra do LINK é por meio de negociações P2P (peer-to-peer), na qual se negocia diretamente com outra pessoa. Nesta modalidade de negociação não existem garantias de que a troca acontecerá como acordado, visto que ela se baseia puramente na confiança entre os participantes.

A outra opção de compra é por meio de corretoras, que fazem o processo de intermediação das transações, oferecendo maior segurança para que a operação seja um investimento de sucesso. 

Pelo aplicativo da corretora NOX, você pode começar a investir em LINK a partir de qualquer valor acima de R$ 2,00, facilitando o acesso de iniciantes ao mercado.

Passfolio