Cointimes
Bitcoin

China discute repressão à mineração de bitcoin, quais as consequências?

Repressão mineração de bitcoin na China

Nesta sexta-feira (21), o Comitê Financeiro da China falou em nota publicada no site oficial do governo chinês sobre reprimir a mineração de bitcoin. Apesar do país já possuir restrições antigas ao mercado de criptomoedas, a mineração nunca foi alvo de ataques governamentais.

O Conselho de Estado discutiu, entre outros assuntos, a flexibilidade e razoabilidade das políticas monetárias do país. E nesse sentido, entre as medidas para “controlar com firmeza os riscos financeiros”, citaram a repressão à mineração de bitcoin e o “comportamento comercial”.

De acordo com o jornalista local especializado em criptomoedas Wu Blockchain, foi a primeira vez que o governo chinês claramente propôs atacar a indústria de mineração. “O impacto deste incidente ainda é incerto, mas é possível que todas as atividades de mineração pública na China sejam proibidas, e as bolsas podem enfrentar golpes severos.”, escreveu ele no Twitter.

Maior parte da mineração de bitcoin vem da China

Segundo estimativa da Universidade de Cambridge, cerca de 65% do poder computacional da rede Bitcoin está concentrada na China. Por isso, é de se esperar que um risco de banimento da atividade no país abale o mercado de bitcoin.

O preço do bitcoin caiu em cerca de 8% em apenas uma hora após a nota. No entanto, nem todos receberam a notícia com o mesmo pessimismo. Afinal, o resultado de longo prazo pode ser benéfico para o bitcoin. Nic Carter, do Coin Metrics, comentou no Twitter:

“Pessoas que se preocupam com Bitcoin e o planeta querem que a China venha a banir a mineração de Bitcoin.

Elimina um fator de risco (externo), descarboniza a mineração, descentraliza a taxa de hash e oferece maiores margens para mineradores mais limpos nos Estados Unidos.”

Vale notar também que para o Bitcoin, enquanto software, não haveria mudanças. A rede é programada para ajustar a sua dificuldade de mineração a cada 2016 blocos (cerca de 2 semanas) justamente para que o Bitcoin não sofra mudanças drásticas em velocidade, independente da quantidade de mineradores.

“Imagine vender um ativo porque um regime autoritário não gosta.”, comentou o engenheiro de software e ex-desenvolvedor do Bitcoin, Jameson Lopp.

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Sair da versão mobile