Cointimes
Fintechs e Startups

Coinbase cita Satoshi Nakamoto como um risco para seus negócios

1050 Bitcoins foram movimentados. Os bitcoins permaneceram inativos por mais de 10 anos, estaria Satoshi Nakamoto movimentando as moedas?

Enquanto a exchange de criptomoedas se prepara para sua oferta pública inicial (IPO), a Coinbase avisa que o pseudônimo criador do Bitcoin Satoshi Nakamoto pode prejudicar os negócios da empresa.

Em seu registro oficial junto à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) para receber a aprovação do IPO, a Coinbase explica que a demanda por Bitcoin pode se deteriorar ou seu preço cair se a identidade de Nakamoto for revelada ou suas moedas forem movidas.

“… a identificação de Satoshi Nakamoto, a pessoa ou pessoas com pseudônimo que desenvolveram Bitcoin, ou a transferência de Bitcoins de Satoshi [poderia afetar adversamente nossos negócios].”

Nakamoto, que minerou os primeiros 50 BTC do bloco 0 em 2009, estima-se que detenha cerca de um milhão de moedas. Com o suprimento atual minado em torno de 18,6 milhões, as participações do criador do Bitcoin representam mais de 5% do suprimento total do principal criptoativo.

O estoque de BTC de sete dígitos torna Nakamoto uma das pessoas mais ricas do planeta, excedendo até mesmo as participações do maior fundo de Bitcoin do mundo Grayscale. Em janeiro, o fundo pelo qual diversos investidores institucionais adquirem exposição ao BTC detinha 3% da oferta existente de Bitcoin.

A bolsa de criptomoedas com sede nos Estados Unidos cita a incerteza regulatória como outro fator que pode impactar negativamente seus negócios. De acordo com a Coinbase, as ações dos reguladores globais são um fator de risco no futuro, especialmente no caso de um movimento adversário contra o Bitcoin e outras criptomoedas.

“[Nosso negócio pode ser adversamente afetado por] leis e regulamentos que afetam as redes Bitcoin e Ethereum ou o acesso a essas redes, incluindo a determinação de que Bitcoin ou Ethereum constituem um título ou outro instrumento financeiro regulamentado sob as leis de qualquer jurisdição.”

A Coinbase também acrescenta que os avanços tecnológicos, especificamente na computação digital e quântica, podem tornar o Bitcoin inútil e, consequentemente, prejudicar seus negócios.

“… Desenvolvimento em matemática, tecnologia, incluindo computação digital, geometria algébrica e computação quântica que pode resultar na criptografia usada pelo Bitcoin e Ethereum se tornando insegura ou ineficaz [é outro fator de risco].”

Veja também: Entenda como a computação quântica pode colocar 25% dos bitcoins em risco

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Sair da versão mobile