Em relatório recente, a BitWise afirmou que 95% do volume de criptomoedas reportado no CoinMarketCap é falso. Eles disseram:

“Apesar de ser amplamente usado, os dados do CoinMarketCap.com estão errados. Eles incluem uma grande quantidade de volume de negociação falsa, dando assim uma impressão fundamentalmente errada do verdadeiro tamanho e natureza do mercado de bitcoin e criptomoedas no geral.

Demonstraremos de várias maneiras diferentes que aproximadamente 95% deste volume é de natureza falsa e, que o mercado real de bitcoin é significativamente menor, mais ordenado e mais regulado do que é comumente entendido ”.

Preocupações válidas

O CoinMarketCap respondeu afirmando que as preocupações com imprecisões “eram válidas” e que adicionaria mais dados para seus usuários tomarem melhores decisões.

Eles twittaram:

Tradução do tweet: “Estamos ouvindo todas as sugestões de nossos usuários e estamos trabalhando muito para adicionar um conjunto de novas métricas para que os usuários possam ter uma visão mais ampla das exchanges e das criptomoedas no site. Quais são algumas novas métricas que você gostaria de ver? Compartilhe conosco. 🙂

O CoinMarketCap reporta, em seu site, aproximadamente US $ 6 bilhões por dia em volume de negociação de Bitcoin, mas o valor real é de US $ 273 milhões, ou aproximadamente 4,5% do valor reportado, de acordo com a Bitwise.

A Bitwise informou seus dados e reivindicações à Securities and Exchange Commission (SEC) dos Estados Unidos como parte de uma proposta de mudança de regra para sua aplicação no lançamento de um ETF (Bitcoin Exchange Traded Fund).

O que mais o CoinMarketCap disse?

Eles disseram que planejam oferecer um conjunto de novas ferramentas para trazer mais transparência à negociação.

No e-mail que enviaram à Bloomberg, Carylyne Chan, chefe global de marketing do site, disse que está planejando incluir medidas de liquidez, saldos de carteira quentes e frios e dados de tráfego para as bolsas listadas:

“Por exemplo, se uma bolsa com pouco tráfego tiver um volume de US $ 300 milhões e apenas 5 BTC em sua carteira, os usuários poderão tirar suas próprias conclusões sem a necessidade de fazermos julgamentos arbitrários sobre o que é ‘bom’ ou ‘ruim’. “

“Queremos afirmar que nossa filosofia é fornecer o máximo de informações possível aos nossos usuários, para que eles possam formar suas próprias conclusões e interpretações, e não introduzir nosso próprio preconceito nesse mix ”.

Chan também acrescentou que as próximas mudanças serão as mais recentes em uma série de atualizações projetadas para tratar de questões de volume impreciso.

O site tem trabalhado para combater preocupações durante meses, citando modelos de mineração sem taxas / transações, modelos de taxas baixas e volumes artificiais.

Preocupações vêm desde o ano passado

Em julho do ano passado, eles divulgaram uma declaração dizendo que iam tratar das preocupações com volume. Naquela época, introduziu várias alterações e removeu um requisito de volume para novas exchanges.

Eles então disseram:

“Anteriormente, tínhamos requisitos de volume para exchanges, a fim de filtrar as mais populares que poderiam ser listadas no CoinMarketCap. Foi um requisito necessário, mas não suficiente, uma vez que recebemos centenas de milhares de pedidos por dia para listar novas exchanges e criptomoedas.

Isso não significa fazer algum tipo de censura, mas sim que usássemos um critério simples e fácil de entender para as exchanges, a fim de descobrir o que elas precisariam estar no CoinMarketCap.

Devido às mudanças recentes no cenário de troca e às preocupações transmitidas por nossa comunidade, removemos o requisito de volume para as exchanges. ”

A CMC já havia captado a atenção de figuras de criptografia após pesquisas anteriores da plataforma de negociação The Tie, que também destacaram os volumes relatados pelas bolsas.

Especificamente, Changpeng Zhao, CEO da Binance, argumentou que uma moeda subindo no ranking do site alienou investidores experientes, que automaticamente assumiriam que seu tamanho era suspeito.

Ele twittou: “Excelente relatório. É triste que a maioria dos investidores não pode distinguir volumes falsos e volumes reais e, certamenta, não irão ler um relatório tão detalhado”.