Cointimes
Bitcoin

Confira o Top 10 países que mais usam criptomoedas

Paises globo classificados por adoção de criptomoedas

Mostra os países do mundo classificados pela adoção de criptomoedas no mundo

A empresa Chainalysis, especialista em análise de dados do mercado de criptomoedas, desenvolveu uma nova metodologia para a classificação da adoção das criptos no mundo.

Muitas das métricas usadas anteriormente para realizar essa classificação utilizavam basicamente o montante movimentado no país em um determinado período. Essas medições eram demasiadas simples, pois países mais ricos e com moedas mais fortes tendiam a ficar mais bem posicionados por conta do seu mercado especulativo.

O ranking traz uma nova modelagem na classificação, levando em consideração outras variáveis que representam a adoção real na economia doméstica. Quatro métricas foram utilizadas para fazer a classificação de 154 países.

Valor da criptomoeda na cadeia recebido, ponderado pela paridade do poder de compra (PPP) per capita.

Essa variável mede movimentação do montante total das criptomoedas do país levando também em consideração a riqueza per capita dos indivíduos.

Valor de varejo transferido na rede, ponderado por PPP per capita

Essa métrica mede a atividade dos usuários não profissionais com base na riqueza média dos indivíduos do país.

Número de depósitos de criptomoedas na rede, ponderado pelo número de usuários da Internet

Mede o número total de transações ocorridas nos blockchains considerando o número de usuários médios de internet no país.

Volume de comércio de troca ponto a ponto (P2P), ponderado por PPP per capita e número de usuários da Internet

Não é possível realizar a medição das transações ocorridas de pessoa a pessoa, portanto essa variável foi medida com base no volume das plataformas descentralizadas.

Os valores variam de 0 a 1, sendo 1 o valor do país mais bem classificado no ranking. Vale ressaltar a dificuldade de obtenção desses dados devido ou uso de VPNs e outras ferramentas para mascarar a posição geográfica de um usuário, especialmente em países que possuem firewall, como a China. Contudo, a pesquisa mostra um avanço significativo na medição da adoção real das criptomoedas no mundo. Vamos ao top 10.

Os países subdesenvolvidos e a inflação

É muito interessante para os entusiastas ver que as criptomoedas estão sendo mais utilizadas nos lugares onde elas são realmente mais necessárias. Os países subdesenvolvidos no topo da adoção mundial da criptomoedas tem algo comum: as altas taxas de inflação na economia real. Cada vez mais pessoas estão recorrendo à tecnologia das moedas descentralizadas para proteger o seu patrimônio do temido imposto inflacionário. 

Muitos acreditam que o Bitcoin foi lançado em 2009 com uma certa pressa (ou ansiedade) do Satoshi Nakamoto por conta do momento em que economia mundial se encontrava e, principalmente, por causa das soluções apresentadas pelos bancos centrais para a solução do problema: claro, imprimir mais dinheiro.

A tendência do mercado é clara, a adoção está aumentando significativamente no mundo. Essa adoção tende a acontecer em um efeito em bola de neve. Quanto mais pessoas as adotam, mais as moedas fiat (real, dólar e euro) se desvalorizam e mais pessoas veem a necessidade de proteger seu dinheiro de uma futura desvalorização.

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Sair da versão mobile