Cointimes
Criptomoedas

Confira os principais assuntos desta segunda no mercado de criptomoedas

cafe bitcoin

Confira os principais assuntos sobre o mercado de Bitcoin e cripotomoedas desta segunda-feira (13/06).

O desmoronamento das stablecoins e DeFi começou

As principais stablecoins já começam a dar péssimos sinais. 

Na quinta-feira (09/06) noticiamos o congelamento de US$100 mil na stablecoin USDC. No mesmo dia, o Tether congelou 5,5 milhões no Ethereum devido a uma ordem judicial. 

A Bloomberg noticiou que o processo sobre perdas de US$ 800 milhões da Bitfinex continua e ele já envolve outras exchanges (veja no tweet abaixo).

E o que isso tem a ver com as stablecoins? A Bitfinex é a controladora do Tether, a maior stablecoin do mercado de criptomoedas.

E os problemas de confiança nas stablecoins podem causar enormes estragos a diversos projetos de DeFi (Finanças Descentralizadas) que dependem delas para sobreviver. É comum o uso de stablecoins como colateral para diversas ações em DeFis no Ethereum.

A “hiperdolarização” via cripto vai deslanchar ou DeFi e as stablecoin que vão desmoronar?

Ajuste de dificuldade mostra interesse dos mineradores

Hoje teremos um ajuste de dificuldade na mineração de Bitcoin. Segundo estimativas do diff.cryptothis, o ajuste será de +9,62% e como resultado teremos uma dificuldade maior para minerar bitcoin.

Isso pode mostrar o interesse de mais mineradores nos últimos 2016 blocos, ou simplesmente a chegada de novas máquinas de mineração mais potentes. De qualquer forma, grande parte dos indicadores on-chain mostram sinais bullish.

Grande crise chegando no mercado tradicional

A CNBC reportou que 32% dos domicílios nos EUA deixaram de pagar seus alugueis e isso pode acelerar a derrocada do mercado tradicional, que vê uma nova bolha imobiliária surgindo, segundo dados da ProPublica.

Em uma entrevista à CNBC, o analista Garry Shilling disse que o mercado de ações pode cair entre 30-40% no próximo ano, já que os investidores percebem que a recuperação econômica da recessão causada pelo novo coronavírus pode demorar mais do que o esperado.

“Acho que temos uma segunda mão e isso lembra muito o que aconteceu na década de 1930, onde as pessoas apreciam a profundidade dessa recessão e a interrupção e quanto tempo levará para se recuperar”, disse ele.

Se as previsões de Garry estiverem corretas, a situação nos mercados será parecida com a da Grande Depressão no qual houve uma reação positiva após um crash e depois veio uma queda ainda maior.

Os efeitos no Brasil podem ser ainda maiores devido as recentes diminuições na SELIC, que estão levando milhares de investidores que ficavam na renda fixa para a B3.

E isso é muito importante para você que tem bitcoin ou qualquer outra criptomoeda, pois o btc parece muito correlacionado com o mercado de ações. Alguns analistas esperam que a essa correlação diminua com o tempo, mas é difícil prever.

Entre no canal do Telegram do Cointimes para receber o relatório Mercurius Mondays de graça e ficar ligado nas principais notícias do mercado ao longo do dia.

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Sair da versão mobile