Cointimes
Opinião

Congelamento de fundos na Binance e o maior problema do Bitcoin

Binance

Em dezembro de 2019 a Binance bloqueou os bitcoins de um cliente, causando revolta na comunidade de criptomoedas. Mas mais do que isso, mostrando o maior problema atual do Bitcoin.

O usuário em questão é @bittlecat, preocupado com sua privacidade financeira, ele acabou usando um mixer de Bitcoin na Wassabi Wallet. Como assim?

O que a mídia não fala sobre o Bitcoin

Bom, se você sabe que o Bitcoin não é anônimo, então passe para o próximo subtítulo. Pois bem, diferente do que a rede Globo e professores da USP espalham por aí, o Bitcoin não é exatamente anônimo.

Isso é um mito!

Ele é pseudo-anônimo, isso significa que todas as transações são visíveis para o mundo e que não é trivial achar uma pessoa por trás de um endereço de bitcoin. Contudo, dependendo da quantidade de recursos e dos cuidados dos usuários a tarefa é facilitada pelo blockchain transparante da criptomoeda.

Para tentar mascarar a origem dos bitcoins os usuários da criptomoeda acharam uma maneira de tornar a vida dos investigadores mais complexa – usando mixers de bitcoin.

Basicamente o mixer de bitcoin é como um grande liquidificador de transações. Ele foi criado para tentar confundir investigadores e curiosos.

Bitcoin e seu excesso de transparência

Creio que dificilmente alguma empresa ou pessoa gostaria de ter seus dados bancários expostos. Em alguns países a confidencialidade desses dados é quase sagrada.

Contudo, o Bitcoin acaba expondo publicamente todas as ações de uma determinada carteira ou usuário. Como assim?

Imaginemos que você vende pipoca por bitcoin. Para comprar seu milho, é necessário juntar vários bitcoins (outputs) de clientes diferentes.

Se por acaso os bitcoins de um competidor forem usados nessa transação ele não apenas vai saber sobre todos os endereços que você usou, como também os valores que você ganhou, o horário das vendas e o preço por venda.

É como se seu banco anunciasse para o mundo o quanto você está transacionando. Horrível não é?

Mas calma aí, a situação fica bem pior. Algumas empresas especializadas conseguem, com bom grau de acertabilidade, acertar de quem é o bitcoin que foi misturado e se ele foi misturado.

Eu já tive o prazer (ou desprazer) de usar esses softwares de rastreamento, é absolutamente impressionante o que eles conseguem fazer.

Binance bloqueando fundos de bitcoiners

É aqui que entra a Binance. A maior exchange de bitcoins do mundo é pressionada de todos os lados a usar softwares de rastreamentos.

Qualquer usuário que usou mixer já fica com uma bandeira vermelha e pode ter os fundos bloqueados.

Foi o que aconteceu com o usuário @bittlecat. Não é que a Binance ou seu CEO sejam pessoas contra a privacidade, pelo contrário. Aliás, quando você conversa com os donos das exchanges brasileiras ou mundiais fica claro que eles fazem essa verificação contra a própria vontade.

São as regras do jogo. Enquanto elas não mudam há apenas duas alternativas:

  1. Usar moedas mais privadas;
  2. Esperar melhores métodos para o Bitcoin;

O CEO da Binance recomendou o uso de moedas mais privadas, visto que é praticamente impossível rastreá-las.

Temos também aqueles que esperam ou tentam construir opções de privacidade para os usuários de bitcoin. É o caso da Wassabi Wallet, da sidechain Liquid e diversos outros projetos.

E até mesmo há propostas de melhorias no blockchain do Bitcoin, que tornaria a vida das empresas de rastreamento mais complexas. É o caso do Taproot.

Bittlecat, o que aconteceu?

O usuário Bittlecat recebeu mais uma chance e sacou seus bitcoins da Binance. Um pouco de sorte e pressão social ajudaram no caso dele.

Porém, o aviso foi dado. Se você usa bitcoin e acha que está anônimo, bom, você está enganado.

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Sair da versão mobile