O rapper e magnata de criptomoedas, Akon, finalizou um acordo para construir uma cidade baseada em sua criptomoeda no Senegal.

A “Akon City” terá uma economia baseada inteiramente em torno da criptomoeda Akoin.

Uma cidade privada

O músico Akon revelou em um tweet que o acordo para a Akon City havia sido finalizado, dizendo: “Ansioso por recebê-lo lá no futuro”.

A cidade de Akon será no Senegal.

A cidade será supostamente a primeira a funcionar com 100% de energia renovável e será construída em fases nos próximos 10 anos.

O terreno de 2.000 acres a ser usado foi presenteado a Akon pelo presidente senegalês, Macky Sall, em 2018.

É relatado que a área fica a cinco minutos do novo aeroporto internacional, perto da costa e a uma curta distância de carro de Dakar, capital do Senegal.

O rapper prevê que a cidade se torne como um Wakanda da vida real, a nação fictícia das histórias dos Panteras Negras da Marvel.

Economia baseada em Akoin

Todas as atividades comerciais na cidade serão realizadas na própria criptomoeda do rapper, chamada Akoin.

O cantor anunciou a Akoin pela primeira vez em 2018, juntamente com a grande esperança de que “poderia ser o salvador da África”.

O ecossistema da Akoin ainda não está vivo, e ainda nem tem um white paper. No entanto, o roteiro do projeto sugere o lançamento de uma plataforma e as listagens em exchanges a serem realizadas no primeiro semestre de 2020.

Mas Akoin não será limitado para uso na cidade de Akon, há planos para que a moeda seja usada em todo o continente africano e além.

Iluminando a África com energia solar

O rapper Akon criou anteriormente a fundação humanitária Akon Lighting Africa, que ganhou reconhecimento da ONU por seu trabalho no financiamento de projetos solares no continente.

Atualmente, a instituição de caridade afirma estar trabalhando em projetos em 25 nações africanas.

Leia também: Baleia move R$4,5 bilhões em Bitcoin e se torna 2° maior wallet