De transações internacionais sofrendo atrasos a grandes eventos como campeonatos sofrendo cancelamentos, pode-se perceber que os efeitos da epidemia (ou pandemia) de Coronavírus está afetando a todos.

Preço do PlayStation 5 e Xbox Series afetados?

Muitas das fábricas na China passaram a encerrar produções temporariamente, com destaque às da Apple, recentemente responsáveis por colocar alguns de seus funcionários em quarentena. Tudo isso com a finalidade de conter a disseminação do vírus.

Devido à isso, grandes empresas reajustaram seus preços para refletir a decrescente oferta contra a estável demanda no mercado.

A Nintendo também anunciou que poderia sofrer de falta de consoles Nintendo Switch nos EUA e na Europa; suas montadoras no Vietnã teriam parado de receber componentes das fábricas chinesas nas últimas semanas.

novo playstation 5
Protótipo do Playstation 5

Além das duas grandes empresas, uma nota do Jefferies Groups desta semana alega que “Se os desligamentos de empresas durarem mais de um mês, cronogramas de lançamentos de jogos e consoles irão se atrasar”.

Claro, vale lembrar que empresas como a Sony e a Microsoft possuem fábricas em outros países. Apesar de terem custos mais altos, alternativas aos locais de produção chineses estarão disponíveis para ambas as empresas.

Novo Xbox Series X
Xbox Series X

Isso pode ser um péssimo sinal para as duas concorrentes: vazamentos já confirmaram que a Sony está passando por maus bocados tentando abaixar o preço do PS5, que tem o elevado custo de produção de $450.

Assim como no lançamento do PS3, que chegou a custar $599, o preço alto poderia afetar nas vendas ao público, já que sua faixa de preço passaria fortemente a do PS4, que atualmente gira em torno de $300.

O fator do console ter alto custo de produção somado aos acréscimos de encarecimento de fabricação (em regiões alternativas às fábricas chinesas), tornaria o console menos atrativo ainda, deixando a Sony com a solução mais óbvia: a de possivelmente adiar o lançamento do console.

League of Legends e Overwatch ficam sem campeonatos

Não é só a Sony e a Microsoft que estão se perdendo no fogo cruzado, campeonatos de e-Sports também estão sofrendo com a pandemia do vírus.

Dois grandes eventos dos games, o League of Legends Champions Korea (LCK) e a Liga de Overwatch, tiveram seus cronogramas fortemente alterados por conta do vírus.

No caso do LCK, já se confirmou que o evento ocorrerá no exato período que era planejado, mas com um porém: nenhum espectador será permitido de entrar na arena ao vivo.

Isto significa que os jogos da Divisão da Primavera do LCK serão jogados em uma arena completamente vazia, sem público, sendo somente disponibilizada ao vivo para “evitar a contaminação entre os invocadores”.

Palco do campeonato de League of Legends
League of Legends Champions Korea

Já a Overwatch League sofrerá com outro tipo de reagendamento: seus jogos foram transferidos da China para a Coreia do Sul, como foi revelado pela produtora Blizzard.

Os jogos, cancelados em Fevereiro, iriam acontecer em Shanghai, Guangzhou e Hangzhou; agora, irão ocorrer em Seoul, na capital da Coreia.

Público para assistir o campeonato de Overwatch
Estádio da Overwatch League

Plague Inc., jogo sobre criar doenças pandêmicas, explode em vendas

Graças à enorme repercussão do coronavírus, muitos começaram a comprar o jogo Plague Inc., onde o jogador deve criar sua própria patologia com a finalidade de erradicar a espécie humana, antes de desenvolverem uma cura.

vírus contaminando todos os continentes em jogo
No jogo, você é responsável por criar o “vírus perfeito”

Sempre que ocorrem crises de doenças notamos um acréscimo de jogadores, já que as pessoas visam compreender mais como as doenças se espalham e tentam compreender as complexidades destes surtos.

Ndemic Creations, em nota sobre o Coronavírus
selecionar o tipo de praga, bactéria, vírus, fungo, etc.
O jogador pode escolher vários tipos de doenças e seus vetores para simular a pandemia

Graças ao fenômeno, o jogo alcançou primeiro lugar em vendas na China, segundo a BBC. Em tweet, a empresa chegou a se desculpar pois seus servidores não estavam aguentando a quantia de jogadores simultâneos.

A empresa já se pronunciou que está tentando manter a estabilidade dos servidores, e relembrou que o jogo não substitui conhecimentos médicos, e não é responsável por informações completas quanto a doenças do mundo real.

Apesar de tudo, o jogo já se encontrou fazendo sucesso múltiplas vezes por simplificar e gamificar o conhecimento sobre doenças ao público mais leigo, fundindo o entretenimento dos videogames com conhecimentos básicos.