Cointimes
Altcoins

Corretora descentralizada supera Coinbase impulsionada por FUD da China

DEX Coinbase

O DYDX, token da corretora de criptomoedas descentralizada dYdX, atingiu um novo recorde de preço (acima de US$ 22), com o volume de negociação em sua plataforma ultrapassando o da Coinbase (maior corretora de criptomoedas centralizada dos EUA) nas últimas 24 horas.

Esse marco significativo para uma das bolsas descentralizadas mais populares entre a comunidade bitcoin, tem haver com o mais recente “banimento do bitcoin” na China. 

DEX dYdX supera Coinbase 

Construída na blockchain da Ethereum, a dYdX é uma DEX – corretora descentralizada – que suporta negociações à vista ou com margem, bem como empréstimos. Embora tenha sido lançada há alguns anos, seus volumes de negociação dispararam desde meados de 2021. 

Dados da CoinGecko mostram que a plataforma teve um volume de negociação de cerca de US$ 25 milhões entre abril e maio deste ano. Outras informações do agregador de dados mostram que o volume diário de negociação subiu para US$ 6,5 bilhões neste período.

Só como referência, a maior bolsa centralizada dos Estados Unidos – a Coinbase – tinha pouco mais de US$ 3 bilhões. CryptoCom e Huobi também estão atrás de dYdX, enquanto apenas a Binance tem números mais altos, com cerca de US$ 23 bilhões.

Antonio Juliano, fundador da dYdX e ex-funcionário da Coinbase, comemorou o marco em sua conta no Twitter.

É importante notar que o token nativo de dYdX (DYDX) também subiu em termos de seu valor em dólares.

Da mesma forma que a maioria dos tokens de protocolos DeFi hoje, DYDX aumentou 30% para US$ 22, e chegou a atingir um novo recorde há algumas horas.

DYDX/USD – Fonte: Tradingview.com

Tudo culpa da China? 

A teoria mais discutida entre a comunidade cripto por trás dessa súbita alta de preço está relacionada à China. Conforme relatado na sexta (24), a nação mais populosa do mundo “baniu o Bitcoin” novamente e intensificou a guerra contra as corretoras de criptomoedas dentro de suas fronteiras.

Este movimento já tem suas consequências em algumas bolsas centralizadas, como Huobi – sem dúvida a mais utilizada na China – disse que vai parar de aceitar novos usuários chineses.

Pouco depois, Colin Wu, o popular jornalista de blockchain chinês, indicou que todas as comunidades locais “estão discutindo como aprender DeFi” e previu que elas “inundarão” o mundo financeiro descentralizado.

Leia também:  Ásia contra as criptos; Binance e Huobi impedem novos registros de usuários na China

No entanto, Wu também disse que a maior parte do volume de transações no dYdX foi causada pelo farming, “e não apenas pela demanda”. Como tal, ele lembrou que a epoch1 da mineração de transações dYdX terminará nas próximas horas. Quando o epoch0 terminou em 31 de agosto, o volume de transações em 24 horas caiu 90%, concluiu ele.

Leia Mais:

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Sair da versão mobile