Coingoback

Em sua primeira entrevista pública em oito meses, Barry Silbert, cofundador e CEO do Digital Currency Group, enfatizou os investimentos em privacidade e nas moedas de privacidade ao discutir quais protocolos e áreas ele estava seguindo de perto.

Em uma aparição esta manhã no First Mover da CoinDesk TV, Silbert disse que acredita que as moedas de privacidade vão se tornar mais atrativas para os investidores e mencionou duas moedas com as quais ele está particularmente animado e focado: Zcash e Horizen.

[…] Acho que privacidade é – e vai se tornar – um tema de investimento mais popular, disse Silbert.

Zcash, atualmente a 51ª maior criptomoeda por capitalização de mercado, foi desenvolvida pela Electric Coin Company (ECC). A ECC recentemente anunciou um cronograma para o lançamento de uma variedade de upgrades para o protocolo que incluem melhorias de privacidade.

Qual o desempenho das moedas de privacidade?

Justin Barlow, analista de pesquisa da empresa de dados The Tie, afirmou recentemente que, em comparação com outros setores, as moedas de privacidade tiveram um desempenho relativamente bom este ano.

As moedas de privacidade tem média de cerca de 550% no acumulado do ano. Para efeito de comparação, as plataformas de contrato inteligente em média subiram apenas cerca de 350% […] ”, disse Barlow. “As moedas de privacidade tiveram um desempenho inferior ao DeFi (~ 875%) e tokens de exchanges (~ 1.250%).

Barlow disse que há um argumento para moedas de privacidade, já que as pessoas valorizam as transações não rastreáveis.

“Com o tempo, conforme o Bitcoin se tornou mais popular, muitos na comunidade perceberam que as transações BTC são facilmente rastreáveis”, disse ele. “Aqueles que foram defensores do anonimato ou agora pseudo-anonimato do blockchain do Bitcoin podem gravitar em torno de moedas de privacidade.

Tenha em mente que a Chainalysis descobriu que apenas 0,9% das transações de Zcash são totalmente blindadas, então não está totalmente claro quanta demanda existe ainda. ”

Privacidade cada vez mais sob escrutínio

Os comentários de Silbert ocorrem em meio a um período empolgante e preocupante para privacidade e criptomoeda. À medida que o bitcoin está crescendo e a mania do NFT continua, a atenção em torno das criptomoedas está aumentando em geral – e a privacidade é uma questão que novamente virá à frente de uma variedade de debates.

No primeiro relatório do Cryptocurrency Council on Innovation, um grupo comercial recém-formado, o ex-diretor em exercício da CIA Michael Morrell escreveu que “as generalizações sobre o uso de bitcoin em finanças ilícitas são significativamente exageradas” e “a análise de blockchain é altamente eficaz em combate ao crime […] ”.

Embora o relatório tenha sido visto como uma benção para o bitcoin, em um tópico do Twitter sobre o relatório, Swihart observou: “O fato de os crimes do Bitcoin serem exagerados parece ser consistente com os dados.”

Swihart disse que o relatório parecia uma tentativa de transferir o risco do BTC para as chamadas criptomoedas de privacidade, que buscam aumentar o anonimato.

Veja também: Essa criptomoeda de privacidade pode subir 300% em 2021, segundo Coin Bureau

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br