Com a crise brutal que assolou o Brasil entre os anos de 2014 e 2017, muitas pessoas perderam seus empregos e passaram a buscar diferentes fontes de renda alternativas. Muitos brasileiros passaram a empreender e outros foram para o daytrading. Mas é possível viver de day trade?

O que é isso? O day trade consiste em operações de compra e venda de ativos financeiros diante de uma oscilação de preço. Por exemplo: day trade de dólar, ações e criptomoedas. Para obter lucro, um negociante precisa comprar barato e vender mais caro do que comprou. Ou o contrário: vender caro e recomprar mais barato.

Mas por qual motivo isso se tornou tão atrativo? Internet, popularização de corretoras, youtubers que investem em canais de trade para venderem cursos logo após e todo o cenário favorável com a Bovespa.

Artigo da FGV encomendado pela CVM destrói ilusões

Muitos cursos são vendidos como se fossem a virada de chave na vida financeira de quem procura por eles. As corretoras oferecem esses cursos por dois motivos: para ganhar dinheiro com a venda deles e para fazer com que os clientes movimentem mais dinheiro na corretora.

Um estudo da FGV intitulado de: “É possível viver de day-trade?” Destrói toda a narrativa e ilusão de quem acredita que sim. O estudo mostra que menos de 1% dos participantes da pesquisa teve lucro acima de R$300 por dia.

Outra afirmação do estudo revela uma verdade que ninguém estava dizendo: os operadores de day trade pioram com o tempo, ao contrário do que era dito pelo mercado. Isso é completamente contraintuitivo em relação às atividades práticas.

viver de day trade
Imagem retirada do artigo

Um músico tende a melhorar quando pratica por mais tempo um instrumento, assim como vemos em qualquer outra atividade: a experiência adquirida com o tempo melhora a habilidade. Bem interessante o ponto levando pelo estudo.

No caso do day trader, o tempo e a prática jogam contra. Quanto maior o prejuízo, maior será a pressão para que ele tenha sucesso. Com o tempo, o psicológico joga contra e suas operações se mostram cada vez mais irracionais.

É possível viver de day trade?

Das 19.696 pessoas que começaram a operar day trade, somente 1558 permaneceram por mais de um ano. Desses 1158, apenas 13 pessoas (0,8%) conseguiram um lucro significativo no dia. O prejuízo acumulado por esse grupo de 1158 pessoas foi de R$ 68,4 milhões.

Os que mais persistiram foram os aposentados. Isso quer dizer que o day trade virou o bingo do século 21.

viver de day trade

Ou seja, viver de day trade é uma realidade para poucos: menos de 1% consegue isso. Não é para todo mundo. Se a sua vida depende disso, se você depende do sucesso de uma operação para comer, as chances de você perder dinheiro são gigantescas.

Toda sua estratégia já estará psicologicamente equivocada. O day trade nunca deve ser a primeira opção de fonte de renda para uma pessoa.

Você pode conferir o estudo na íntegra aqui.