País se torna o primeiro a aceitar oficialmente a criptomoeda. Pelo texto da Bitcoin Law, qualquer agente econômico deverá aceitar o bitcoin como forma de pagamento obrigatoriamente em El Salvador.  

Nesta madrugada (9) uma lei que classificou o bitcoin como uma moeda de curso legal no país, o que faz da nação da América Central a primeira a adotar oficialmente uma criptomoeda, com o objetivo de dinamizar sua economia.

Nayb Bukele el salvador

Com 62 votos num total de 84, o plenário legislativo aprovou a  Lei do Bitcoin, que outorga  o Bitcoin como moeda legal em El Salvador. A lei foi aprovada pelo congresso horas depois de ser apresentada. 

Os deputados debateram algumas implicações da recente lei aprovada.  “Esta é uma lei que colocará El Salvador no radar do mundo, seremos mais atrativos para os investimentos estrangeiros”, afirmou o deputado Romeo Auerbach, do partido Grande Aliança pela Unidade Nacional (Gana), também aliado de Bukele.

A deputada Anabel Belloso, da oposição “Frente Farabundo Martí para a Libertação Nacional” (FMLN), lamentou que “a lei não tenha sido discutida com especialistas, nem com paciência”. Disse também que “A lei tem muitas implicações no âmbito econômico e nem todos sabem como isto vai funcionar, levando em consideração que criptomoedas são voláteis no mercado, são instáveis”

Lei do Bitcoin em El Salvador

A Lei do Bitcoin permitirá que todos os débitos passados possam ser pagos em bitcoin. Ela também obriga a aceitação da criptomoeda em todo país, menos em casos em que fica claro que é impossível de aceitá-la. 

Contudo, atualmente todos podem usar o bitcoin até mesmo sem a necessidade de internet, bastando se conectar aos satélites da Blockstream que cobrem o globo terrestre. A Blockstream e outras empresas já estão envolvidas na modernização do sistema financeiro de El Salvador, país que abandonou a própria moeda em 2001, mas que vem sofrendo fortemente com a inflação de preços causada pelo dólar. 

Outro grande benefício de usar o bitcoin será a inclusão financeira, mais da metade da população de El Salvador não tem conta bancária e com o bitcoin qualquer pessoa pode aceitar pagamentos digitais, sem burocracia ou necessidade de documentos. 

O presidente Bukele afirmou no Twitter Space que quem investir mais de 3 BTC no país ganhará visto permanente. Todos os cidadãos poderão usar uma carteira de bitcoin desenvolvida pela empresa Strike de graça, mas ela não será obrigatória.

Outros países chegando?

No Japão, as criptomoedas já tem uma lei que define o valor de propriedade desses ativos. A Lei de Serviços de Pagamento do Japão afirma que transações com cripto só se aplicam a valores de propriedade armazenados digitalmente em dispositivos eletrônicos. 

Outros países também já estão de olho na implementação do bitcoin como moeda oficial, as vantagens são muitas e os primeiros a adotarem com certeza ganharão o capital financeiro e intelectual por trás do maior avanço tecnológico desde a criação da internet. 

Para a população de El Salvador, as vantagens de adotar o bitcoin como moeda corrente ainda serão empiricamente testadas. Enquanto isso, o Cointimes te atualiza sobre as mais importantes notícias do mercado de criptomoedas, entre no nosso canal exclusivo do Telegram para receber mais informações.


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das maiores exchanges do Brasil e do mundo, e compre Bitcoin, Ethereum, USDT e outras principais criptomoedas pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!