Quando o Yahoo!, Netscape e a IBM eram os gigantes do Vale do Silício, a ascendente Microsoft tentou ter sua própria moeda digital, mas falhou miseravelmente. Anos depois, Bill Gates ataca o Bitcoin. A experiência foi tão traumática para Gates?

Ecash: A Pré-história do Bitcoin

O desenvolvimento de um sistema eletrônico, que eventualmente permitirá que compradores e vendedores conduzam transações inteiramente no cyberespaço… é considerado crítico para a internet.”

Esta frase acima não se refere ao bitcoin, qualquer outra criptomoeda ou sistema de pagamento atual, ela faz parte de uma matéria do The New York Times de outubro de 1994 sobre um novo dinheiro digital chamado eCash. 

Criado por David Chaum, o eCash foi uma inovação que saiu direto de dois papers fundamentais para o Bitcoin e a criptografia moderna. O primeiro se refere a uma dissertação com semelhanças incríveis com o Bitcoin, a “Computer Systems Established, Maintained and Mutually Trusted by Suspicious Groups” é um protótipo do que seria um blockchain na década de 90. O outro paper contém inovações disruptivas para criação de pagamentos anônimos, o “Blind Signatures for Untraceable Payments” permitiria a um banco validar transações sem necessariamente quebrar a privacidade dos usuários. 

Para colocar suas ideias em prática, Chaum criou a Digicash. Uma empresa com diversas soluções para pagamentos online e offline como cartões seguros de autenticação, sistema de pagamento com Blind Signatures para bancos e finalmente seu CyberBucks.

O sistema da rede era chamado eCash e a moeda CyberBucks, assim como falamos da rede do Bitcoin em letra maiúscula e a moeda bitcoin em letra minúscula. Esta moeda digital ganhou usuários no meio libertário que pregavam desde aquela época por uma moeda privada fora das mãos do governo. 

"Nós aceitamos ecash" Deustche Bank
“Nós aceitamos ecash”

O eCash ganhou muitos adeptos, inclusive era aceito por empresas como a Ericsson e algumas dezenas de cafés e e-commerces. Ele até mesmo ganhou um sistema de e-mail para trading, um enorme avanço para a época.

Equipe da DigiCash
Equipe da Digicash | Fonte: https://chaum.com/ecash/

Para construir esse novo universo de dinheiro digital, Chaum contratou figuras como Nick Szabo, Zooko Wilcox, Gary Howland e Niels Ferguson.

A eCash suportava um sistema de pagamento bancário que dava privacidade e segurança para os usuários. Para David, o tipo de dinheiro digital adotado iria decidir o futuro das liberdades no planeta. Ele acreditava que a criptografia poderia proteger a privacidade e garantir direitos fundamentais. 

“A criptografia pode tornar possível um mundo em que as pessoas tenham controle sobre as informações sobre si mesmas, não porque o governo lhes concedeu esse controle, mas porque só eles possuem as chaves criptográficas para revelar essa informação.”

Credit Suisse, Visa e Bill Gates pelo dinheiro digital

Em 1995 a Digicash licenciou seu sistema para o Mark Twain Bank. Todos imaginavam um futuro no qual o dinheiro digital fosse amplamente utilizado. 

Entretanto, a Digicash falhou em negociar acordos de investimentos na ordem de US$40 milhões com a Visa, mesmo passando por dificuldades financeiras. ING e ABN também tentaram comprar as licenças por dezenas de milhares de dólares, mas a Digicash não foi capaz de fechar os acordos. A companhia sobrevivia da venda de cartões de acesso para empresas, o dinheiro digital era promissor, mas não dava lucro. 

O bilionário Bill Gates via um grande potencial nesse mercado de dinheiro digital. Em julho de 94 ele afirmou que “os bancos são dinossauros…. nós podemos contorná-los”

Reafirmando suas ideias para o setor bancário em um memorando de 1995 o fundador da Microsoft imaginava que seu mensageiro MSN fosse usado para diversas funções, inclusive transferência de dinheiro:

“Precisamos determinar um conjunto de serviços que a MSN vai liderar – transferência de dinheiro, diretório e mecanismos de busca… Precisamos pensar criativamente sobre como usar a Internet/on-line para melhorar o dinheiro”

Com essa visão, o jovem dono da Microsoft ofereceu US$180 milhões para colocar a Digicash em cada Windows 95 vendido. Gates já pensava em uma disrupção no dinheiro e especificamente no setor bancário. Contudo, Chaum era extremamente ambicioso e queria US$2 para cada cópia do Windows vendida, a Microsoft recusou. 

A MS, por sua vez, se entranhou cada vez mais no setor bancário provendo softwares para caixas eletrônicos e infraestrutura de servidores. Para quê competir se ela poderia receber gordos acordos com os principais bancos do mundo? 

Já a Digicash faliu após, sob a errática liderança de Chum, recusar grandes acordos. Mesmo com a liderança modificada, a empresa não conseguiu alavancar sua base de clientes. 

O dinheiro digital de Gates x Cypherpunks

O sonho de um dinheiro digital não ficou abandonado. Nick Szabo, Hal Finney e outros cypherpunks que tiveram contato com a Digicash continuaram o trabalho e até mesmo lançaram, sem muito sucesso, alguns predecessores do bitcoin. 

Já Bill Gates fundou a Better Than Cash Alliance em conjunto com a Bill e Melindas Gates Foundation, Visa, FMI e o Citibank, cujo objetivo é acabar com o dinheiro em papel e transformá-lo apenas em digital. 

“Promovemos a transição do dinheiro para os pagamentos digitais de forma a melhorar a vida e expandir os serviços financeiros digitais responsáveis.” – Better Than Cash Alliance.

Gates apresenta opiniões diversas sobre o bitcoin, chamando de “investimento para tolos”, “mania” e atacando o suposto gasto de energia suja para produzir a criptomoeda, além do pseudo-anonimato do BTC. Porém, ele também já declarou que “o bitcoin é melhor que moeda física, pois você não precisa estar no mesmo lugar para fazer grandes transações”. 

“Existem outras formas de fazer moeda digital, em que nossa fundação está envolvida […] transações [desta moeda] não são secretas, são reversíveis. Você não pode usá-lo para obter um resgate ou algo assim, e […] as taxas de transação são tão baixas que estão capacitando os mais pobres.” – disse Gates. 

Recentemente, o fundador da Microsoft se disse neutro a respeito do Bitcoin. Mesmo assim, a Microsoft USA aceitava pagamentos em BTC desde 2014. Gates tentou ter seu dinheiro digital ainda na década de 90, então ele se aliou ao setor bancário e hoje critica o Bitcoin em prol das propostas da Better Than Cash. 

Quer conhecer mais sobre a história do dinheiro digital antes do Bitcoin? Assista PRÉ HISTÓRIA DO BITCOIN | .DOC #1

A NovaDAX está completando três anos!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil completa três anos no mês de novembro e quem ganha é você! 

Serão até 30 moedas com taxa zero para transações e mais de 80 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.