O Bitcoin realmente é a criptomoeda mais querida, mesmo com taxas altas, desenvolvimento lento e privacidade/anonimato quase zero, ela ainda é a criptomoeda preferida da Deep Web.

Um estudo da Mosaic.io mostrou que 98% dos mercados negros aceitam Bitcoin, apenas 10 Monero e 2 Zcash. 

bitcoin na deep web

O estudo foi feito com usuários de moedas privadas e sites na deepweb, ele mostrou também que os usuários acham que o Monero é a moeda mais privada.

Apesar de ser reconhecida como a mais privada ela não é a mais guardada, esse título vai para a Zcash.

Os usuários de moedas privadas geralmente têm uma grande porcentagem do portfólio nesse tipo de ativo. 53% dos pesquisados disseram que as moedas privadas pegam de 50 à 100% de seu portfólio em criptoativos.

A maior parte dos pesquisados acredita que Monero, Zcash e outras criptos do tipo são uma alternativa para o Bitcoin e uma reserva de valor:

O número de pessoas que usam criptomoedas privadas como meio de troca é maior do que a média dos usuários de criptomoedas, correspondendo a um número de 44%:

O interessante do gráfico acima é que apenas 3% dos gastos são em sites da Deep Web, ou seja, são pessoas que apenas querem ter sua privacidade respeitada.

O mercado de moedas alternativas ao Bitcoin é gigantesco e têm muito potencial, as moedas privadas são vistas como os bancos suíços do século XXI.


Entenda mais sobre o mercado de altcoins e entenda as melhores estratégias para lucrar no curto e longo prazo:

https://cointimes.com.br/product/cointimes-research-01-bitcoin/