O Bitcoin quebrou a barreira psicológica dos US$10 mil e agora está sendo negociado a US$ 10.367,00 ou pouco mais de R$ 53 mil no Brasil. Mas, ao mesmo tempo em que o preço sobe, o fluxo para exchanges também, indicando pressão para venda. Será que os bitcoiners vão vender e derrubar o preço?

Pela primeira vez em meses, o fluxo de bitcoin para exchanges reverteu fortemente. Desde o primeiro trimestre as corretoras de bitcoin viram suas cold wallets se esvaziando. Contudo, a alta do bitcoin começou a virar o jogo, e o fluxo de bitcoins teve seu maior pico dos últimos 3 meses, conforme podemos ver no gráfico abaixo:

Bitcoin: Fluxo Líquido de Exchanges
Bitcoin: Fluxo Líquido de Exchanges. Fonte: Glassnode

Pressão na venda dos Bitcoins? Calma lá!

Apesar do aparente aumento na pressão de venda devido a alta do preço, cerca de 89% dos bitcoins em circulação estão no lucro, de acordo com dados da Glassnode. Isso significa que apenas 11% dos bitcoins em circulação teriam motivo claro para a venda:

Porcentagem do supply de bitcoins no lucro
Porcentagem do supply de bitcoins no lucro

Mineradores não estão vendendo!

O recente influxo de bitcoins não está vindo dos mineradores. Isso pode significar que eles estão confiantes em uma alta ainda maior ou que ainda não veem possibilidade de venda sem derrubar o preço. 

Geralmente, os grandes mineradores estão no bitcoin pensando no longo prazo e só vendem quando o mercado pode comportar suas ordens, muitas vezes apenas via OTC.

Entretanto, a notícia que os mineradores não estão enviando btc para as exchanges é positiva de maneira geral.

gráfico outflow de bitcoin dos mineradores
Saída de bitcoin dos mineradores

 Aliado a tudo isso, os fundamentos do bitcoin continuam firmes. A liquidez subiu substancialmente na última semana, assim como o sentimento do investidor.

Será que o bitcoin consegue superar os US$10.500?

“Dado que essa barreira acabou de ser quebrada, é muito cedo para fazer declarações definitivas sobre se veremos capitulação ou crescente confiança a esse preço – mas os primeiros sinais são positivos”, afirmou a Glassnode.