Cointimes
Mercado

Segundo JPMorgan, US $200 bilhões em ações devem ser liquidados nesse trimestre

Os fundos de pensão e de riqueza soberana devem vender cerca de US$ 200 bilhões em ações ao reequilibrar seus portfólios, isso pode representar um risco para as ações globais, de acordo com o JPMorgan Chase & Co.

Este seria o ajuste trimestral mais negativo desde a pandemia, disseram estrategistas liderados por Nikolaos Panigirtzoglou na terça-feira. O número geral deriva de cálculos que abrangem as carteiras de pensão dos EUA, o Fundo de Investimento em Pensão do Governo do Japão e o fundo de petróleo da Noruega.

“Esse fluxo de rebalanceamento negativo se torna ainda mais problemático devido ao forte declínio na profundidade do mercado de ações neste mês”, escreveram eles em uma nota.

As instituições tendem a ajustar as carteiras a cada trimestre para manter sua meta de alocação de ativos. 

Um indicador de ações globais subiu cerca de 10% desde o final de junho, superando os retornos de renda fixa e apontando para a necessidade de alguns fundos ajustarem seu mix de investimentos de volta aos limites preferenciais.

A revisão de investimentos é um dos muitos riscos que o mercado de ações enfrenta, após uma forte recuperação das baixas em março estagnada neste mês. Outros riscos incluem avaliações estendidas para alguns segmentos, uma recuperação econômica instável, volatilidade potencial em torno das eleições nos EUA e a dependência do apoio do Fed (banco central americano) aos mercados financeiros.

Ainda assim, os estrategistas do JPMorgan estão otimistas quanto às perspectivas para as ações.

“No médio a longo prazo, ainda vemos muitas vantagens, dado o baixo posicionamento geral de ações”, disseram eles. “Um recuo nos mercados de ações e risco nas próximas semanas provavelmente representaria uma oportunidade de compra.”

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Sair da versão mobile