Autor de livro do ano, economista Glen Weyl discute mercados radicais e criptomoedas nesta sexta em SP.

Evento no Cubo reúne especialistas de Bitcoin, empreendedores, pensadores do direito e influenciadores de políticas públicas.

O economista Glen Weyl tem 33 anos, um livro do ano pela The Economist, e a simpatia de extremos distintos do espectro político. Se a obra “Radical Markets” é de esquerda ou de direita, nem mesmo ele sabe responder:

Mercados radicais abraçam os princípios igualitários da esquerda, mas também os ideais de liberdade da direita“. A agenda que oferece é conservadora em seus meios, mas liberal em seus fins.

Weyl está no Brasil para o lançamento da versão traduzida do livro, publicada pela Cia. das Letras, e participa de MeetUp aberto no Cubo, espaço dedicado ao empreendedorismo em São Paulo, nesta sexta-feira (5/4), para explorar algumas de suas ideias mais contundentes – e polêmicas.

O tema é “reinventar o capitalismo e a democracia para uma sociedade justa”. Qualquer um pode se inscrever até o fim da tarde de quinta, neste link.

Glen não estará sozinho. O evento marca a inauguração do movimento RadicalXChange no Brasil. Este nasceu do livro e vem experimentando maneiras de usar tecnologia para fazer mercados funcionarem melhor em escala ao redor do mundo.

O encontro traz outros nomes ilustres. Entre eles, Eduardo Gaban, advogado reconhecido internacionalmente pelo trabalho com direito antitruste no universo digital; Maria Teresa Aarão, diretora de inovação da Certisign, especialista em criptografia e “OG” do bitcoin; Pedro Lenhard, diretor de pesquisa da MECA e versado em análise de dados para diferentes esferas do governo; entre outros.

Mercados Radicais

O conceito central de “Radical Markets” é o de que, enquanto achamos que mercados livres permeiam nossa vida, eles são excluídos de esferas importantes da sociedade – a política, por exemplo. Através da força libertadora deles – isto é,  tendo mercados mais radicalmente livres – , podemos reduzir a desigualdade, evoluir a economia e resolver parte de nossos problemas sociais.

Algumas ideias são recebidas como impossíveis ou até ofensivas até serem adotadas. Os princípios dos Mercados Radicais certamente ainda estão no primeiro estágio: impensáveis, ofensivos, ou ambos.


Weyl não se abala. Uma das propostas dos autores é deixar que as pessoas decidam quanto querem pagar em impostos sobre propriedade, determinando seus próprios preços (e derivando a taxa relativa) para suas posses. Por que não escolher preços (e impostos) forçosamente baixos? Porque a ideia é determinar legalmente que toda propriedade seja listada online, e passível de ser vendida para quem pagar o preço que o dono determinou, em leilões periódicos. O esquema incentiva a honestidade, e desincentiva a ocupação de terras improdutivas, por exemplo.

Glen Weyl é pesquisador residente na Microsoft, professor em Princeton e chairman da RadicalXChange Foundation. Já teve um perfil escrito pela Wired, foi eleito uma das 50 pessoas mais influentes do ano em 2018 pela Bloomberg, e teve publicações nos mais diversos periódicos de economia e negócios.

Seu trabalho ganhou popularidade no universo das criptomoedas quando despertou a atenção de Vitalik Buterin, co-fundador da Ethereum. Os dois escreveram artigos juntos, e, hoje, dezenas de startups aplicam as ideias de Mercados Radicais em seus projetos, produtos ou modelos de negócio. Um exemplo notável é o da GitCoin, que usa um esquema de doações proposto no livro para acelerar o financiamento de bens de interesse público.

Evento aberto no Cubo

O MeetUp no Cubo começa às 14h, e vai até às 16h30. É realizado em parceria entre a Paradigma Research, o Cubo e a Cia. Das Letras. Transcorre em inglês. Inscrições podem ser feitas neste link.

São bem-vindos empreendedores, artistas, pesquisadores, ativistas, interessados em políticas públicas, economistas, designers de interfaces e curiosos.

A programação completa consiste de:

Palestra Introdutória

Painel sobre “Finanças Digitais (e criptomoedas) em Economias Emergentes”

Palestra sobre “Mercados Radicais” (Glen Weyl)

Painel “Cara, Cadê meus Dados? Economia dos Dados e Políticas Públicas”

Mais informações sobre os participantes e o evento podem ser encontradas na página do MeetUp. 0