Passfolio

Segundo analista do Bank of America Securities, esse é o começo do fim do domínio da Tesla sobre a indústria de veículos elétricos nos EUA.

Como as empresas iniciantes e os fabricantes de automóveis antigos introduzem um número significativo de novos veículos elétricos. O analista automotivo do BofA, John Murpny, disse esperar que a participação doméstica da Tesla (TSLA) no mercado de veículos elétricos diminua de 70% ou mais nos próximos anos, e cerca de 11% em 2025.

Durante uma reunião da Automotive Press Association, o analista disse que o domínio da Tesla no mercado, particularmente nos EUA, “acabou.” A conclusão de Murphy é coerente com outras empresas de pesquisa e previsão automotiva, que também esperam que a participação da Tesla no mercado norte-americano continue a diminuir.

Apesar de um aumento na atenção voltada para veículos elétricos, o domínio atual da Tesla é sobre um mercado relativamente pequeno. Até 2025, Murphy disse que espera que as vendas de veículos elétricos representem cerca de 10% do mercado dos EUA, e que a General Motors (GM) e a Ford Motor (F) ganhem a maior fatia do mercado até lá.

Passfolio

Sua conclusão é baseada em grande parte no estudo anual da BofA Car Wars, que avalia o desempenho de um fabricante de automóveis com base em lançamentos de veículos novos e redesenhados. O estudo está agora em seu 25º ano para a BofA Securities.

Saiba mais: Ações para aproveitar oportunidade de US$ 900 bilhões do mercado de veículos elétricos e lucrar até 50%

Murphy disse que o CEO da Tesla, Elon Musk, falhou grandemente em não introduzir o produto em um ritmo mais acelerado e com portfólio completo. Segundo o analista, Musk poderia ter “fechado as portas” da indústria automotiva tradicional, levantando mais capital significativo quando teve a chance de aumentar a produção e o número de veículos da empresa.

Para Murphy, o erro de Musk implica na “enorme oportunidade para esses outros fabricantes” façam uso da lacuna no mercado para recuperarem espaço. 

Leia também:

Passfolio