Imaginemos que você saiu da sua casa para ir trabalhar ou participar de alguma reunião importante e no caminho você observa que uma pessoa está te seguindo.

Virando algumas ruas você olha para trás e percebe que o stalker sumiu, mas aquele sentimento de que há alguém te observando continua ao longo do dia. A sensação vem no trabalho, continua na sua casa enquanto você assiste TV, quando você pede uma Pizza ou até mesmo se divertindo com seus filhos.

Situação bizarra não é mesmo? Já imaginou como seria viver sendo observado 24 horas? A verdade é que você já vive sendo observado e não se dá conta.

Google está te seguindo 24 horas

No seu trabalho, quando você entra em um documento no Google Docs, o Google está lá te vendo, inclusive ele pode usar o conteúdo que você digitou para benefício próprio, aliás, todo conteúdo que você coloca no Google pode ser “reproduzido, adaptado, modificado, traduzido, publicado….” .


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

Mas aí você dobra a esquina e começa a navegar em qualquer outro site, o Google continua lá. Na verdade, 75% dos top um milhão de websites usam o Google para coletar dados de seus usuários e mais de um milhão de apps usam algum serviço de rastreamento.

Que tal sair de casa? Talvez comer uma pizza ou ir no bar com os amigos, sair da internet deve ser uma ótima maneira de se manter longe das garras desse observador quase omnipresente. Nope! Claro que não, principalmente se você usa Android, o Google continuará coletando dados sobre o seu trajeto. Quando você for pagar a conta, lembre-se de usar o Google Pay, mas se não usá-lo, não tem problema. Os provedores de pagamento com certeza usam a Google Cloud.

Segundo um estudo publicado pela Digital Content Next, em um dia típico o Google manda 91 requisições de informações pessoais por hora do seu celular direto para os servidores em Mountain View. E se você usa Apple, a situação não é tão diferente.

Você paga para invadirem sua privacidade

Mas qual o problema de tudo isso? O que o Google vai fazer com os meus dados? Eu não tenho nada a esconder. Essa é a reação da maior parte das pessoas ao saber que estão sendo espionadas 24/7.

Vamos lá, o primeiro impacto dessa espionagem é no seu bolso. As 51 requisições diárias lhe custam 11,6 MB de dados por dia.

Além disso, quando você faz qualquer trabalho e faz o upload para o Docs ou Drive, você automaticamente cede os direitos do trabalho para a Alphabet (controladora do Google).

O que o Google poderia fazer com os seus dados além de lhe vender anúncios o dia todo?

Segundo as revelações de Edward Snowden, o governo norte-americano utiliza de suas capacidade de espionagem para dar vantagens competitivas à empresas com sede nos Estados Unidos, isso aconteceu com a Petrobras.

E olha que coisa interessante, em uma investigação feita pela pesquisadora Stephanie A.DeVos da Fordham University School of Law, foram encontradas parcerias entre o Google e a NSA.

“Argumentar que você não se preocupa com o direito à privacidade, porque você não tem nada a esconder não é diferente de dizer que você não se preocupa com a liberdade de expressão, porque você não tem nada a dizer. “

O Google não precisava destruir sua privacidade

Gabriel Weinberg é o criador da antítese do Google, o mecanismo de pesquisa DuckDuckGo. Para ele é um mito achar que os mecanismos de pesquisa precisam te rastrear para ganhar dinheiro:

“É um mito que você precisa para rastrear as pessoas para ganhar dinheiro na pesquisa na Web. A maior parte do dinheiro ainda é feito sem rastrear as pessoas, mostrando-lhe anúncios com base em sua palavra-chave, ou seja, o tipo de carro e obter um anúncio de carro. Estes anúncios são lucrativos porque as pessoas têm intenção de compra. Todo esse rastreamento é para o resto da Internet sem essa intenção de pesquisa, e é por isso que você é rastreado através da Internet com os mesmos anúncios.

O DuckDuckGo não gera receita vendendo os dados de seus usuários, eles utilizam programas de afiliados e propagandas diretas. Desde sua fundação o DDG nunca passou por apuros financeiros e só tem crescido.

São mais de 30 milhões de buscas por dia e cerca de 25 milhões de usuários, o DuckDuckGo ainda tem muito espaço para crescer. De acordo com pesquisa realizada pela Pew Research Center, quase 40% dos adultos nos Estados Unidos não querem que suas buscas sejam rastreadas.

O DuckDuckGo é apenas uma das ferramentas que podem substituir os serviços da Alphabet. No site PrivacyTools é possível encontrar alternativas para o Google Docs, Drive, Hangouts e outros.

QUER RECEBER ARTIGOS E NOTÍCIAS COMO ESSA DIARIAMENTE NO SEU E-MAIL?

INSCREVA-SE ABAIXO!

Prometemos não mandar spam, só conteúdo bom.

BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!