Cointimes
Empreendedorismo

Há mais liberdade econômica na China do que no Brasil – diz Flávio Augusto

Flávio Augusto

Flávio Augusto é um dos maiores empresários da história brasileira. Ele cresceu na periferia, aos 19 anos vendia cursos de inglês no orelhão, aos 23 viu uma grande oportunidade, pegou um empréstimo e fundou a maior escola de inglês do Brasil, a Wiser.

Com toda essa bagagem e história de superação, Flávio discursou durante menos de 15 minutos no 5º Fórum da Liberdade e Democracia em São Paulo. O pouco tempo, entretanto, não impediu que Flávio desse um panorama sobre o ambiente empreendedor no Brasil e no mundo. Além de dar dicas para empreendedores com problemas econômicos.

Brasil o país dos direitos

Flávio iniciou sua conversa falando sobre os supostos direitos dos brasileiros e como eles afetam nossa liberdade.

Como grande exemplo ele citou a aposentadoria, “você tem direito de se aposentar, mas não pode administrar sua aposentadoria”, ou seja, você é capaz de ganhar o dinheiro” mas não é capaz de administrá-lo “. Seguiu dando exemplos, como o direito ao voto, que é obrigatório. O direito de escolher as leis trabalhistas, desde que seja a CLT, e muitos outros.

Flávio nos mostrou que não somos um povo realmente livre. Para embasar sua afirmação ele citou os dados da Heritage Foundation, que publica anualmente o índice de liberdade econômica. Tal índice mostra o quão livre um país é, comparando a liberdade de fazer negócios, a quantidade de impostos, burocracia e diversos outros fatores que implicam em maior ou menor liberdade para um indivíduo.

Leia também:

https://cointimes.com.br/o-que-e-libertarianismo-voce-e-um-libertario/

China melhor do que o Brasil

Segundo Flávio, baseando-se no índice, “há mais liberdade econômica na China do que no Brasil”. Apesar das duras intervenções governamentais, é mais fácil fazer negócios na China do que no Brasil

O Brasil está na vergonhosa 153° posição, atrás da Argentina, Serra Leoa, Micronésia e tantos outros países. No mapa abaixo vemos a comparação por mapa de calor entre o nível de liberdade entre os países:

 

Os verdadeiros dependentes do Estado

O mapa acima nos mostra, também, o nível de dependência do brasileiro com o Estado. Flávio iniciou então iniciou uma discussão sobre quem realmente é o dependente do Estado brasileiro.

Segundo ele ” sempre que a gente fala de um cara que depende do Estado, vão pensar no cara que recebe o bolsa família… mas quando eu falo em dependência do Estado, eu falo dos empresários”. Para Augusto há uma mentalidade estatista no empresariado brasileiro, que está encharcada da necessidade de fazer negócios com o Estado. Existe um pensamento de que “para você dar certo no Brasil, você precisa fazer negócios com o Estado.

Por isso, todas as empresas de Flávio Augusto são expressamente proibidas de celebrar negócios com o governo.

“Eu não dependo do Estado para fazer negócios no Brasil”

Para finalizar, ele deu uma dica para todos os empreendedores brasileiros que estão com problemas econômicos ” seja criativo”.

Se você quiser conferir mais sobre o evento veja o vídeo abaixo. Os painéis do fórum estão sendo transmitidos ao vivo no Youtube.

Gostou do conteúdo? Quer receber mais conteúdo exclusivo? Então se inscreva no canal do Cointimes no Telegram, é só acessar https://t.me/newscointimes.

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Sair da versão mobile