O gigante bancário HSBC decidiu que irá fechar os caixas eletrônicos em Hong Kong.

A decisão do HSBC não tem precedentes, visto que Hong Kong é seu maior mercado, fazendo metade do faturamento com US$12,5 bilhões antes de impostos.

O banco se defendeu dizendo que as ATMs fechadas foram uma atitude para se proteger dos protestantes. Entretanto, a desculpa não “colou”.

Essa não é primeira vez que o gigante chinês ataca os cidadãos de Hong Kong, em novembro, a conta de uma organização que apoia os protestos foi fechada.

Enquanto isso, o bitcoin parece ter ganhado espaço no dia-a-dia da região. Já são 54 caixas eletrônicos de criptomoedas, 155 nodes de BTC e mais de 1600 bitcoins negociados via P2P;

Local Bitcoin Hong Kong volume
Hong Kong volume

Contudo, desde que o site LocalBitcoin habilitou KYC (uso de documentos para comprovar identidade), o volume de Bitcoins tem caído. No lugar da localbitcoin.com, a Local.Bitcoin.com – que não tem KYC e vende Bitcoin Cash – vem ganhando espaço.

Os protestantes de Hong Kong lutam contra a interferência chinesa no território semi-autônomo e as criptomoedas ajudam na luta contra o aparato de espionagem estatal.