A Huobi, empresa de tecnologia voltada para o Bitcoin e mercado de criptomoedas fundada em 2013, está transferindo seus negócios de trade à vista (“spot”) para Gibraltar, como uma medida de precaução após a repressão às criptomoedas na China.

Segundo fontes, a empresa já garantiu as licenças necessárias das autoridades locais.

Várias empresas de criptomoeda retiraram-se da China como resultado da proibição estrita das criptomoedas no país. Durante uma assembleia de acionistas em 24 de setembro, o conselho de administração da Huobi votou para encerrar as operações e deixar a China.

De acordo com um relatório da Bloomberg, a Gibraltar Financial Services Commission autorizou a Huobi a começar a mover suas operações de trades spot para a afiliada Huobi Technology (Gibraltar) Co.

Como resultado, o Huobi Group pode fornecer serviços de trade spot através do Huobi Gibraltar, um serviço digital centralizado exchange de ativos que foi regulamentada com autoridade pelo GFSC. Jun Du, CEO do Huobi Group, declarou:

“O setor mundial de criptomoedas está caminhando para um crescimento regulamentado. […] A empresa deve reconhecer a importância de alinhar suas atividades com a tendência.”

Após a saída de Huobi, outras plataformas e empresas relacionadas à criptomoedas, como de mineração de criptomoedas e fabricantes de equipamentos de mineração, rapidamente seguiram o exemplo, como Binance, BTC.com e Bitmain.

A Huobi fechou oficialmente os mercados de futuros e outros derivados da China continental, conforme planejado.

Gibraltar é um território britânico ultramarino localizado no extremo sul da Península Ibérica (Europa), e vem construindo um nome nos últimos anos como um paraíso para o Bitcoin.

Várias empresas estão correndo para o que é visto como um ambiente regulatório relativamente benigno.

O país fez avanços significativos na regulamentação do setor de criptomoedas dentro de suas fronteiras.

Alguns participantes da indústria elogiaram o impulso que Gibraltar está criando, chamando-o de um novo “hotspot de criptomoedas”.

Mas isso é ilícito?

Essa é uma estratégia comum, que busca diminuir a carga de tributos de uma empresa.

Essa “manobra” é feita totalmente dentro da legislação vigente, toda feita com planejamento (sem burlar o pagamento dos impostos). Apple, Microsoft e diversos gigantes da tecnologia usam essa estratégia.

Na própria lei, existem algumas alternativas previstas de forma clara que permitem que a redução de tributos seja viável.

Através desses planejamentos tributários, é possível que, sem descumprir nenhuma obrigação, que as empresas saiam ganhando e economizem caixa.

Reduzindo as despesas fixas e variáveis, as empresas podem focar mais em investimentos no seu próprio produto ou serviço, fazendo com que melhore a qualidade do que oferece e deixando o cliente cada vez mais satisfeito.

No caso da Huobi, isso parece ser questão de fugir das proibições chinesas, não de buscar vantagens ilícitas e burlar leis.

Huobi cresce no Brasil

A corretora já conta com uma forte comunidade no Telgram que tem crescido rapidamente, principalmente devido a enorme quantidade de ativos negociáveis, promoções e serviços.

Pelo seu grupo oficial no Telegram, a corretora anuncia promoções, sorteios e dados interessantes do mercado de criptomoedas em português.