2020 está sendo um ano extremamente difícil para todos, não só nos quesitos sociais e educativos, mas também financeiros. O Ibovespa (IBOV), índice das ações brasileiras, registrou baixas que marcam uma queda de performance não vista a quase 20 anos. Mesmo assim, em meio à pandemia, a situação volta a melhorar.

Chegando à baixa de 63.560 ao final de março, o índice demonstra o retorno do otimismo, reconquistando a “saudável” pontuação de quase 100 mil hoje, dia 8 de julho; pontuação essa que não foi vista desde fevereiro no Brasil, quando a pandemia começou a ser percebida no país.

Índice Bovespa (IBOV). Fonte: TradingView
Índice Bovespa (IBOV). Fonte: TradingView

O principal fator que instigou esse otimismo foi o aumento das vendas de varejo no país, que subiu 13,9% em maio quando comparado ao mês anterior, cerca do dobro esperado por economistas.

A reabertura de parte do comércio em algumas cidades e estados do país, como a decisão recente de Bruno Covas e João Doria em São Paulo, também podem ter alimentado o otimismo econômico apresentado no índice.

Isso tudo ocorre, ironicamente, ao mesmo tempo que muitos estados (dentro e fora do Brasil) se encontram sem leitos disponíveis devido aos infectados por coronavírus.

Dólar recua levemente

O dólar também seguiu tendência similar, recuando de valor na cotação em cerca de 0,7%: atualmente, está valendo R$ 5,34, contrastando os R$ 5,38 ao início do dia.

Dólar (USD) para Real (BRL). Fonte: TradingView
Dólar (USD) para Real (BRL). Fonte: TradingView

Por fim, os indicadores são acompanhados de notícias envolvendo falas do prefeito de São Paulo, Bruno Covas, dizendo que a situação da pandemia no estado se mostra favorável: “A gente está com RT abaixo de 1, ou seja, cada pessoa que tem o vírus transmite para menos de uma pessoa”.

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br