Cointimes
Bitcoin

Investidores de BTC registram a maior perda realizada em USD da história do ativo

Homem com mão no rosto, lamentando perdas realizadas

Photo by Adrian Swancar on Unsplash

Outro momento histórico foi registrado no inverno cripto deste ciclo atual, com o maior valor em dólar de perdas realizadas (quando existe venda de bitcoin em posições com prejuízo) da história do BTC.

Maior perda realizada em BTC/USD

A diferença de “perda realizada”, para “perda não realizada”, é que na primeira ocorre a consolidação do prejuízo, quando o investidor encerra sua posição (vende), assumindo o resultado negativo na operação. Perdas não realizadas ocorrem, como no caso de El Salvador, quando o investidor continua segurando o ativo, mesmo com preço médio superior à cotação atual.

Saiba mais: El Salvador pode falir com a queda do Bitcoin? Ministro das Finanças esclarece

De acordo com relatório e gráfico da Glassnode, nesta quinta-feira (16/06/2022) foi registrado o maior acumulado de perdas realizadas da história do Bitcoin (BTC), pareado ao dólar (USD).

O total de moedas vendidas com prejuízo, com base no UTXO, foi de US $4,23 bilhões. Valor três vezes superior ao registrado em março de 2020 (US $1,38 bi), durante o super crash do Covid-19, que levou o BTC para a faixa dos US $3.000.

Gráfico de análise on-chain de Lucro/Prejuízo Líquido Realizado Fonte: Glassnode

Até então os maiores valores de perdas realizadas haviam sido entre $2,1 e $3,4 bilhões de dólares, no ano anterior (2021).

Outros números negativos históricos no Bitcoin

Estas últimas semanas estão sendo marcadas com eventos negativos e históricos no mercado de criptomoedas.

Os problemas na Celsius Network e na Three Arrows Capital (3AC) são alguns exemplos, mas as análises on-chain do Bitcoin também são preocupantes.

O analista onchain, Cauê Oliveira, apontou grande fluxo de entrada de BTC nas exchanges, o que em alguns casos antecede forte pressão vendedora. De acordo com sua publicação, este foi também o maior fluxo já registrado em valores financeiros.

Ainda quebrando recordes, uma análise on-chain também registrou os menores valores do Índice de Fluxo de Dormência em mais de uma década. Mostrando baixíssima atividade na blockchain do Bitcoin, que reflete queda na demanda pela tecnologia.

Saiba mais: Atividade na blockchain do Bitcoin atinge mínimas de 2010, segundo índice de Dormência

Apesar disso, alguns relatórios apontam, com mais otimismo, para um possível aumento na adoção do dinheiro digital que quebrou diversas barreiras nos últimos anos, trazendo inovação e renovação para o sistema financeiro global.

Saiba mais: Relatório prevê crescente adoção do Bitcoin nos próximos anos

Possível fundo de preço

Contudo, estes números recordes, por mais que negativos, podem indicar a formação de um fundo de preço no BTC.

O registro histórico de perdas realizadas, por exemplo, indica extrema capitulação do varejo e instituições financeiras, o que normalmente caracteriza fundos cíclicos. O mesmo vale para o Dormancy Flow e envios para exchanges.

A NovaDAX está cheia de novidades!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil agora ZEROU as taxas para saque em real!

A NovaDAX também conta taxa zero para transações de Bitcoin e mais de 110 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.

Posts relacionados

Talibã domina sistema bancário e mostra necessidade do Bitcoin

Neto Guaraci
16 de agosto de 2021

Qual o lastro do USDT? Tether revela composição de suas reservas

Cointimes
13 de maio de 2021

Bitcoin a 100 mil dólares até dezembro de 2021, diz Anthony Pompliano

Gustavo Marinho
10 de dezembro de 2019
Sair da versão mobile