Cointimes
Bitcoin

Investindo R$1.000 em bitcoin em 2017 você poderia ter hoje a Lamborghini da Xiaomi

Lambo Xiaomi

Na comunidade de criptomoedas existe o famoso meme da “#Lambo”, que simboliza uma alta de preço suficiente para realização de lucros para comprar o carro de luxo de US$ 200 mil. Agora, qualquer investidor que tivesse comprado R$ 1000 em bitcoin em 2017 já conseguiria adquirir sua própria LAMBORGHINI da Xiaomi.

Xiaomi e Lamborghini, preço baixo e qualidade

A Xiaomi, produtora de panelas, tênis, aspiradores de pó, feixes de laser para tratar calvície e celulares baratos, resolveu fazer o sonho de todo bitcoiner virar realidade e lançou a Lamborghini mais barata do mundo em comemoração ao seu aniversário de 10 anos.

O produto é uma parceria entre a famosa Lamborghini e a Xiaomi, trazendo o melhor das duas marcas para um poderoso kart de apenas R$7,9 mil ou 0,11996963 bitcoins na cotação do Coingolive.

#Lambo potente

Chamado de Xiaomi Ninebot Pro Lamborghini Edition, o veículo trás baterias com autonomia de 25 Km e poder carregar um motorista de até 100 kg. O kart pode chegar a 40 km/h e tem regulagem de velocidade para quem está aprendendo a dirigir uma verdadeira Lambo clássica.

A fabricante de carros fez todo o design, incluindo a icônica pintura amarela, dutos de ar falsos para deixar a experiência ainda mais parecida e pneus criados especificamente para facilitar o drift nas curvas. É possível até mesmo selecionar o ronco de um propulsor V10 ou V12, para parecer que você está dirigindo um modelo Hurracán ou Gallardo. 

Jesus do Bitcoin com sua Lambo

A Xiaomi não informou quantas unidades serão fabricadas e nem se o modelo chegará ao Brasil. Mas pelo menos, ela deu esperanças de uma #lambo para todos os bitcoiners.

Posts relacionados

Bitcoin se torna 8ª maior moeda do mundo, ultrapassando o Real

Cointimes
21 de junho de 2019

Zcash quer escalar para 10 bilhões de pessoas até 2050

Cointimes
3 de março de 2020

Sentimento sobre o Bitcoin no Twitter está extremamente otimista

Gustavo Marinho
22 de maio de 2020
Sair da versão mobile