Cointimes
Bitcoin

J.K. Rowling, autora de Harry Potter, se interessa por Bitcoin

J.K. Rowling

J.K. Rowling

Em uma corrente de tweets, Leigh Cuen, repórter do CoinDesk, disse: “O sinal mais bullish que vi durante toda a semana é uma romancista mainstream (que eu não vou citar, mas ela é tããão boa e não é do tipo scifi) me mandou um ping (não solicitado!) para perguntar sobre bitcoin.”

A tal “novelista” logo deu as caras nos comentários, e não era nada mais nada menos que J.K. Rowling, a principal escritora da franquia Harry Potter.

“Não entendo bitcoin. Por favor, explique para mim.”

Como explicar para J.K. Rowling o que é Bitcoin?

Por conta da escritora ser assumidamente absolutamente leiga no assunto, deveríamos pegar os temas mais básicos possíveis e começar por lá.

Primeiro de tudo: o Bitcoin é uma moeda digital, criada pelo pseudônimo Satoshi Nakamoto em 2009.

Desde então, foi ficando cada vez mais famosa e passou a ser adotada para várias funções: desde uma hedge (um ativo econômico que te protege da inflação), até uma própria moeda universal, aceita em lojas comuns (físicas e virtuais) em todo o mundo.

“Ela traz liberdade às pessoas, assim como a meia de Harry Potter trouxe ao Dobby.”

Tweet da Foxbit

Além disso, o Bitcoin foi a primeira moeda moderna que não é centralizada por Bancos Centrais e governos: não pode ser confiscada ou inflada.

“Magos ainda precisam confiar no Banco de Gringotts

O Bitcoin conserta esse problema.”

Tweet do @Bitcoin

Imagine quando ela descobrir que a criptomoeda Grin usa todo o folclore de Harry Potter para nomear suas tecnologias inovadoras. Saiba mais em “Litecoin vai usar mágica do Harry Potter para ganhar mais privacidade

Posts relacionados

Projeto de energia solar equivalente a 900 estádios servirão para minerar Bitcoin

Bruno Haacke
6 de julho de 2021

Watch Dogs Legion poderá usar blockchain do Ethereum

Neto Guaraci
13 de junho de 2019

Preço do Bitcoin segue com cenário de baixa

Tasso Lago
16 de outubro de 2019
Sair da versão mobile