Na madrugada desta sexta-feira (12/02), Jack Dorsey (CEO do Twitter) anunciou a criação de um fundo para o desenvolvimento do Bitcoin em parceria com o rapper Jay Z. 

JAY-Z/@S_C_  e eu estamos dando 500 BTC para uma novo fundo chamado ₿trust para financiar o desenvolvimento do #Bitcoin“, disse Dorsey

O ₿trust será direcionado para equipes na África e Índia, descentralizando ainda mais o desenvolvimento da criptomoeda. Ao que tudo indica, Jay e Jack vão administrá-lo em conjunto com um quadro de 3 membros ainda a ser definida. Aliás, qualquer pessoa pode se candidatar para a vaga no formulário “₿trust board member application”.

Jack é um grande apoiador do Bitcoin e já doou US$1 milhão para o think tank Coin Center, além de comprar US$ 50 milhões em BTC para a Square – empresa co-fundada por ele. 

Eixo de poder está mudando: Adeus Banco Central 

Os 500 bitcoins equivalem a R$129 milhões na cotação atual do criptoativo. Isso significa que o orçamento de desenvolvimento do Bitcoin, usado principalmente para melhorias e segurança, é pelo menos 25 vezes superior ao orçamento de 2020 do Banco Central do Brasil para toda sua área de segurança da informação – de acordo com informações cedidas via Lei de Acesso à Informação do BC.

A propósito, o Bacen criou seu próprio sistema de pagamentos em resposta aos criptoativos – o tal do PIX. Mas parece que tudo foi feito às pressas, descobrimos que não havia provisionamento específico para a área de segurança da informação, nem mesmo pessoas dedicadas para cuidar do PIX  e nossa autoridade bancária suprema sequer iria se responsabilizar por possíveis hacks. 

Veja também: Pix não terá segurança dedicada e BC não se responsabilizará por hacks

Qualquer corretora de bitcoin de quintal mantém alguma equipe de segurança dedicada, faz provisionamento de acordo com a área e é obrigada a se responsabilizar pelas perdas dos clientes. Aparentemente, quando a figura é governamental essas regras básicas não valem. 

Para sumarizar, temos um rapper e um CEO de rede social investindo mais em um sistema de pagamento e reserva monetária do que a autoridade bancária máxima de um país. Isso sugere que o capital e os melhores cérebros estão migrando de um sistema falido, fechado e burocrático para um mundo de código aberto, mais seguro e livre. 


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das maiores exchanges do Brasil e do mundo, e compre Bitcoin, Ethereum, USDT e outras principais criptomoedas pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!