CEO da BitTorrent Inc. e TRON, Justin Sun, recentemente realizou uma promessa pública no Twitter de oferecer como recompensa US$ 1 milhão a quem conseguir informações que incriminam os hackers/pessoas por trás do ataque recente. 

“Fundador da TRON e CEO do BitTorrent, Justin Sun está oferecendo uma recompensa para encontrar os hackers no valor de US$ 1 milhão. Ele pagará pessoalmente quem rastrear com sucesso e fornecer evidências para levar à justiça os hackers/pessoas por trás desse hack que afeta nossa comunidade.”

Além de Sun, personalidades como Jeff Bezos, Warren Buffett, Bill Gates, Kanye West, Joe Biden e exchanges como Binance, Coinbase e muitas outras contas também foram exploradas no ataque. 

Todas elas publicaram o mesmo “presenteamento de Bitcoins”: o valor que você envia para a carteira dos hackers “voltaria em dobro para você”, segundo as mensagens do golpe.

Hackers, ou um “trabalho interno”?

Segundo investigações publicadas no próprio perfil do Twitter Support, parte da culpa da invasão generalizada que tomou conta da rede social seria parte de um “funcionário desertor”, que auxiliou o(s) hacker(s) a tomar conta do painel de administração do site.

O Twitter Support simplesmente notou que a invasão ocorreu por um “ataque coordenado de engenharia social por pessoas que tiveram como alvo com êxito alguns de nossos funcionários com acesso a sistemas e ferramentas internos.”

Com isso, a rede social bloqueou uma grande quantidade de perfis notórios que foram invadidos, ao menos até terem providências tomadas e até restaurarem a segurança e estabilidade do site.